Dicas

A idade certa para as crianças quando o monitoramento dos pais pode ser aprovado

A vida é bastante imprevisível e, infelizmente, com tudo o que acontece ao nosso redor, é difícil prever
quando as coisas vão melhorar. Segurança e tranquilidade estão se tornando luxos, e parece que
estamos perdendo mais controle a cada minuto que passa. Com os tiroteios em massa de Sandy Hook e
Uvalde em mente, afastar as crianças de nossos olhos parece uma proposta assustadora.

É uma tarefa cansativa manter as crianças seguras no estado atual das coisas, e é por isso que ficar por
dentro do paradeiro de nossos filhos é mais crucial do que nunca. Uma solução proposta para superar
essa desconexão é usar o software de monitoramento infantil para os mais recentes smartphones
Android e iOS.Ele permite que os pais acompanhem as atividades das crianças e saibam onde estão seus filhos o
tempo todo. Mas os aplicativos de controle parental são um assunto controverso porque abrem o
debate sobre com que idade os pais devem começar a monitorar seus filhos. Veremos por que é um
tema tão debatido.

Por que rastrear crianças por meio de aplicativos de
controle dos pais é controverso?

Usar aplicativos de controle parental para monitorar crianças requer encontrar um equilíbrio entre
privacidade, monitoramento e confiança para seus pré-adolescentes e adolescentes. É universal,
independentemente da idade, mas seu filho precisará de mais privacidade e espaço pessoal à medida
que envelhecer.

É porque seu filho está experimentando novos conceitos, emoções e interesses sociais. Eles também
estão descobrindo quem são e querem ser. Ao fazer isso, é normal que seu filho guarde ideias e fatos
para si mesmo.

Permitir que seu filho tenha tempo e espaço para pensar e explorar é um aspecto vital para promover
sua independência. Isso porque aprender a lidar com novas ideias, emoções e interesses com liberdade
e responsabilidade faz parte do crescimento.

Mas, por outro lado, os adolescentes fazem julgamentos precipitados e nem sempre levam em
consideração as coisas, já que seus cérebros ainda estão amadurecendo. Isso implica que você deve
manter contato com seu filho para aconselhá-lo e ajudá-lo. Essa intervenção em momentos de
necessidade é o motivo pelo qual o monitoramento é necessário.

No entanto, como os adolescentes exigem solidão e independência, você deve supervisionar seu filho de
maneira diferente do que quando era mais jovem. Por exemplo, seu filho pode gradualmente começar a
fazer seus planos e você começará a vê-lo com menos frequência.

E devido à natureza dos aplicativos de monitoramento, os pais devem abordar esse assunto com o
máximo de cautela para garantir que não quebrem a confiança de seus filhos. Por outro lado, se você
iniciar a conversa com a mente aberta e explicar a necessidade de usar um software de monitoramento
infantil, eles aceitarão mais a ideia. E o motivo do monitoramento é obviamente mantê-los seguros.

Fazer isso implica que você tem fé na capacidade de seu filho de fazer julgamentos corretos, agir com
responsabilidade e selecionar quais informações eles compartilham. A confiança é recíproca. Seu filho
deve acreditar que você respeita seu direito à privacidade e tem uma palavra a dizer nas decisões da
vida. Você terá melhores resultados se você e seu filho tiverem confiança mútua. É por isso que sugiro
que você discuta a ideia de usar um aplicativo de monitoramento com seus filhos antes.

A fácil acessibilidade das mídias sociais garantiu o
monitoramento precoce

O Facebook e o Instagram têm limitações de idade de registro, que normalmente são definidas aos 13
anos de idade. Isso é feito para desencorajar os jovens de se matricularem. No entanto, ambos os sites
fornecem meios simples para contornar com segurança o limite de idade.

De acordo com uma pesquisa da agência de comunicação do Reino Unido, Ofcom, a grande maioria dos
jovens com menos de 13 anos tem um perfil em pelo menos um aplicativo ou site de rede social. Pais de
crianças de 5 a 7 anos disseram que seu filho tinha presença na mídia social, enquanto 60% das crianças
de 8 a 11 anos relataram que criaram uma conta. Além disso, a maioria das crianças usa seus telefones
ou tablets para acessar as mídias sociais.

A maioria dos sites de mídia social não aceita crianças menores de 13 anos, mas contornar essas
limitações de idade é simples. Eles apenas precisam apresentar uma idade fictícia durante o processo de
registro, e não há como verificar sua verdadeira idade. O mesmo vale para outros sites, como aqueles
que contêm material explícito.

Entre todas as redes sociais populares, TikTok e YouTube parecem ser os infratores mais flagrantes
desta lista. O TikTok é especialmente arriscado, pois vários filmes de acrobacias perigosos são
compartilhados na web, inspirando as crianças a participar desses desafios e enviar vídeos por conta
própria. Brincar com objetos pontiagudos, armas carregadas, beber alvejante e cair de superfícies
instáveis ​​tornou-se uma norma no TikTok, e quanto mais perigosa a façanha, mais visualizações ela
obterá. E essa mentalidade é especialmente prevalente em crianças mais novas porque sua capacidade
de analisar o perigo ainda não foi desenvolvida.

Por que os aplicativos de monitoramento podem ser
úteis?

Os aplicativos de monitoramento são úteis, pois fornecem uma infinidade de recursos que podem
ajudar a manter as crianças seguras em vários cenários.

O uso extensivo de telefones celulares como uma fonte contínua de distração também contribui para o
vício em celulares, que preocupa os pais, pois pode ser perigoso. Os aplicativos de controle dos pais
facilitam a supervisão das crianças para garantir que elas não esqueçam suas obrigações por meio do
uso constante do telefone celular.

Outra vantagem significativa dos aplicativos de controle parental é que eles permitem que os pais
acompanhem o paradeiro de seus filhos em tempo real. As crianças, especialmente os adolescentes,
frequentemente quebram as regras e preferem explorar novos locais por conta própria. É perigoso
porque eles podem ser assaltados ou assediados, ou até mesmo machucados fisicamente.

O software de monitoramento infantil para os smartphones Android e iOS mais recentes que eu
recomendo é o XNSPY. Ele pode rastrear informações importantes extraindo dados relevantes do
telefone do seu filho. Os dados incluem localização ao vivo, monitoramento de mídia social, aplicativos
de mensagens instantâneas, histórico de navegação e gravação surround.

O XNSPY se destaca, pois coleta essas informações de um telefone de destino em modo furtivo sem
interferir na funcionalidade principal do dispositivo.

Quando as crianças viajam para o exterior, a função de rastreamento de geolocalização do software de
monitoramento infantil se torna inestimável. Você pode rastrear as atividades das crianças com a ajuda
de um aplicativo de controle dos pais e também pode usar a ferramenta de monitoramento de
localização do XNSPY para ver o paradeiro de seus filhos em tempo real. Esta função extrai os dados de
localização a cada 5 segundos para fornecer uma localização o mais precisa possível. Ele exibe um rastro
completo do histórico de localização de seu filho, permitindo que você acompanhe seu progresso
através do painel web do XNSPY. O aplicativo extrai e carrega as informações do dispositivo aqui. E se você quiser descobrir onde seu filho pode ter ficado em uma viagem, basta pesquisar na guia de histórico de pontos de referência.

Quando estão em outro país, é muito menos provável que usem seu número de telefone local para fazer
chamadas e enviar mensagens de texto. Eles usarão mídias sociais e aplicativos de mensagens
instantâneas para se comunicar em casa. É por isso que o leitor de mídia social/mensagens instantâneas
do XNSPY permite que os pais examinem rapidamente as mensagens dos filhos e descubram quem são
seus anfitriões.

Outro aspecto importante do XNSPY que protege as crianças durante a viagem é a gravação do som
ambiente. Pode ser difícil dizer onde eles estão ou que tipo de discussões estão tendo. Como resultado,
pode ser difícil interpretar suas intenções e emoções. A gravação de som ambiente se destaca nesses
cenários. Ele permite que você ative remotamente o microfone do seu filho e ouça suas conversas como
uma mosca na parede.

Conclusão

A verdade é que não há uma resposta para "Com que idade o monitoramento dos pais deve entrar em
ação?" Isso varia de criança para criança, de família para família, mas se você está preocupado que seus
filhos possam estar se afastando de você e passando muito tempo em seus telefones, um aplicativo de
controle parental pode fazer uma mudança significativa em sua vida.

Compartilhar
Gilvan Alves

25 Anos de idade, Técnico em Rede de Computadores, Sempre em busca de aprender algo novo todos os Dias!

Este site usa cookies.