Ciência

O oxigênio é inflamável?

Embora o oxigênio ajude as coisas a queimar, ele não é inflamável por si só. Uma das primeiras coisas que você aprende em qualquer aula de segurança contra incêndio é que o oxigênio alimenta o fogo e o mantém aceso. Corte o suprimento de oxigênio para o fogo e o fogo se apagará!

Você também pode ter ouvido que é perigoso trazer um tanque de oxigênio (como os que você vê anexado a máquinas de respiração portáteis) perto de uma fogueira, pois pode explodir em chamas.
Embora o oxigênio possa ajudar a incendiar as coisas, ele é inflamável? O próprio oxigênio pode pegar fogo?

O que torna algo inflamável?

Para que um material seja inflamável, ele precisa ter algo que seja prontamente oxidado pelo oxigênio (o agente oxidante natural que não falta no ar ao nosso redor). Por exemplo, o etanol (um dos muitos hidrocarbonetos inflamáveis) é inflamável porque contém átomos de carbono que podem ser oxidados em dióxido de carbono.

Este sinal parece familiar? (Crédito da foto: Larry Mcguirk/Shutterstock)

O outro fator importante que torna algo inflamável é a volatilidade – quanto maior a volatilidade, mais inflamável é o material em questão. Os hidrocarbonetos (etanol, butano etc.), novamente, são um excelente exemplo de substâncias voláteis e inflamáveis.

Algo que cede átomos ou moléculas que adoram se ligar ao oxigênio geralmente será um material inflamável.

O oxigênio é inflamável?

Não, o oxigênio não é inerentemente inflamável. É um agente oxidante, o que significa que ajuda outras coisas a queimar.

Suponha que você construa um laboratório perfeitamente isolado do mundo exterior, o que significa que nenhuma impureza ou gás pode entrar nele. Então, você enche o laboratório com oxigênio puro. Se uma faísca entrasse no laboratório de alguma forma, o que você acha que aconteceria?

Nenhuma coisa!

Se o oxigênio fosse um gás inflamável, a faísca incendiaria o ar do laboratório, mas como o oxigênio não é inflamável, ele não pega fogo sozinho.

Uma faísca em uma sala cheia de oxigênio pode se transformar em um incêndio violento se ela se prender a um objeto. (Crédito da foto: Aynur_sib/Shutterstock)

No entanto, se o laboratório tivesse um pequeno pedaço de papel, ele seria incendiado instantaneamente, pois as moléculas no pedaço de papel se ligariam rapidamente ao oxigênio ambiente (ou seja, um agente oxidante).

Agora, você nem sempre precisa de oxigênio para acender uma fogueira; qualquer agente oxidante serve. Cloro, peróxido de hidrogênio, ácido sulfúrico e ácido nítrico são alguns dos muitos agentes oxidantes que podem incendiar as coisas nas condições certas.

Como o oxigênio é o agente oxidante natural mais comum, geralmente assume-se que tudo queima apenas na presença de oxigênio. Em outras palavras, as pessoas podem supor que o oxigênio é sempre necessário para que algo queime.

Outra pergunta comum relacionada ao fogo e ao oxigênio é: como as estrelas e nosso sol continuam queimando se não há oxigênio no espaço?

Por que o sol continua queimando sem oxigênio?

O sol continua queimando porque não precisa de oxigênio para manter seu ‘fogo’ vivo; a queima que ocorre na superfície do sol não representa combustão química, mas sim fusão nuclear.

O sol continua queimando porque não precisa de oxigênio para seu fogo.

Simplificando, a fusão nuclear ocorre quando dois ou mais núcleos se juntam para formar um novo elemento com um núcleo mais pesado. Por exemplo, dois átomos de hidrogênio se combinam para se tornar um átomo de hélio maior e mais pesado. 

Este processo não requer oxigênio. Na verdade, não requer nenhum outro material. Tudo o que você precisa são quantidades extremamente altas de pressão ou calor (facilmente disponíveis na superfície do sol, considerando seu tamanho enorme) para comprimir os átomos de hidrogênio com força suficiente para se fundirem e se tornarem átomos de hélio. Este é um processo autossustentável, um atributo que muitas vezes se torna matéria-prima para enredos de filmes de ficção científica.

Homem-Aranha 2 mostrou o Doutor Octopus criando um sistema que ‘aproveitou o poder do sol’, essencialmente a fissão nuclear. (Crédito da foto: Homem-Aranha 2 / Marvel Enterprises)

Para resumir, o oxigênio não é inflamável por si só, mas pode causar a ignição de outros objetos rapidamente (uma propriedade que torna o oxigênio um excelente agente oxidante) e incendiar coisas. É também por isso que, se um incêndio tiver um suprimento abundante de oxigênio, ele pode se tornar maciço e às vezes até explosivo!

Compartilhar
Gilvan Alves

23 Anos de idade, Técnico em Rede de Computadores, Sempre em busca de aprender algo novo todos os Dias!

Este site usa cookies.