Curiosidades

10 punições mais terríveis da Roma Antiga

A Roma Antiga foi o berço da civilização e da cultura. Ao lado da Grécia Antiga, foi o local mais importante para o desenvolvimento da Europa como um todo. Isso não significa que foi um período fofo ou suave na história! O Império Romano costumava ser um lugar muito cruel e isso pode ser visto nas punições terríveis que eram aplicadas às pessoas.
Mas quais foram os dez mais brutais de se saber?

10 – Costurado em um burro

Embora apenas no décimo lugar em nossa lista, não subestime o quão cruel e desagradável isso foi. A única graça salvadora foi que um jumento vivo não foi usado! Em vez disso, o animal foi morto primeiro, antes de ter suas entranhas removidas. O criminoso acusado ou escravo infeliz era então despido antes de ser enfiado no corpo do animal.
A barriga do animal era então suturada de volta e deixava à mostra apenas a cabeça da pessoa que estava dentro. Isso os impediu de sufocar e prolongou a punição. Embora você possa pensar que isso não era tão ruim, o corpo do animal seria deixado de fora no calor e quem estivesse dentro cozinharia lentamente. A carcaça em decomposição também começaria a rastejar com larvas e abutres as bicariam!

09 – Alimentado para Porcos Selvagens

Esta foi uma punição descrita por São Gregório primeiro e normalmente aplicada a mulheres jovens consideradas erradas sob o domínio romano. Esta era uma maneira realmente horrível de morrer e simplesmente chocante em sua barbárie. Primeiro, a infeliz vítima seria despida e teria seu estômago aberto por gladiadores. Depois disso, seu estômago se encheu de cevada e foi costurado novamente. Mas este não foi o fim! Finalmente, ela seria jogada em um cercado com porcos ferozes e selvagens que iriam despedaçá-la enquanto ainda estava viva.

08 – Castração

É importante notar que os antigos romanos eram tão cruéis com os homens quanto com as mulheres. Na verdade, eles foram realmente inclusivos nas punições que aplicaram a todos! Também era um lugar vicioso em termos de sexualidade, onde era aceito que você poderia fazer sexo com quem quisesse – desde que você tivesse um status superior ao deles.
O imperador, por exemplo, poderia ter quem quisesse e um soldado poderia ter qualquer cidadão que desejasse. Não era sério, entretanto, que as pessoas da classe baixa fizessem um movimento sobre as pessoas da classe alta. Se um cidadão comum, por exemplo, fazia sexo com um soldado, era castrado publicamente! Se o soldado em questão tivesse concordado de bom grado, seria estripado publicamente ao lado deles.

07 – Punição da bexiga cheia

Um dos imperadores mais cruéis e odiados da história romana foi Tibério. Embora Calígula possa receber muitas críticas negativas, Tibério não fica muito atrás! Sempre de mau humor, a única coisa que o animava era pensar em maneiras de infligir dor às pessoas. Um de seus favoritos era conhecido como Full Bladder Punishment. Isso o viu convidar homens para beberem em seu palácio e enchê-los de vinho. Ele então os mantinha pressionados à força enquanto seu pênis era amarrado. Ele então os forçava a continuar bebendo álcool, pois sofriam a verdadeira agonia de não conseguir urinar.

06 – Punição em torquês quente

Já mencionamos Calígula e é verdade que ele era muito desagradável. Um dos castigos romanos favoritos sob seu governo era conhecido como Hot Pincer Punishment. Isso foi usado muitas vezes com pessoas normais, mas foi a famosa punição dada a um senador que desagradou Calígula. Isso viu a pobre vítima ter seu estômago aberto, seus órgãos arrancados com pinças quentes e, em seguida, seus olhos arrancados. Depois de deixá-los sofrer um pouco, eles seriam cortados ao meio e depois feitos em pedaços. Parece que o ponto principal disso era causar o máximo de dor e terror possível!

Roma

05 – Coloque em um barril

Outro imperador que parecia gostar de pensar em punições da Roma Antiga foi Domiciano. Ele gostava particularmente de fazer os cristãos sofrerem, ao que parece. Uma maneira horrível, mas comum, era pregar as pessoas em um barril. Antes de entrarem, eles seriam cobertos de mel e leite antes de serem alimentados à força com alimentos infectados com parasitas. Um pregado no barril, eles seriam deixados lá enquanto os parasitas os comiam por dentro. Depois que seu corpo apodrecido finalmente desistisse, a morte seria uma doce liberação.

04 – Enterrado Vivo

Ser enterrado vivo é um medo que a maioria das pessoas tem e isso é algo que a Roma Antiga usava para punir os criminosos. No entanto, às vezes também era usado para punir pessoas inocentes por prazer ou por infrações relativamente menores! Um bom exemplo disso é a Sacerdotisa Rubria sendo selada viva dentro de uma pequena caverna e deixada para morrer de fome. Seu único ‘crime’ foi não ser forte o suficiente para impedir o imperador Nero de se impor contra ela! Para dar mais uma reviravolta a essa punição, às vezes as pessoas eram obrigadas a cavar sua própria sepultura antes de serem empurradas e enterradas vivas.

03 – Comido do Meio

Carrascos na Roma Antiga às vezes usavam animais para cumprir suas punições. Este exemplo particular começou com um animal faminto (como um rato ou gato) sendo colocado dentro de um balde de metal. O balde seria então virado para cima e a abertura firmemente mantida ou fixada na barriga da vítima. O balde virado para cima seria então aquecido lentamente e, por sua vez, tornaria o interior muito, muito quente. Claro, o animal preso dentro dele estaria desesperado para sair e cavar pela única saída suave que puderam encontrar – o estômago da vítima! Verdadeiramente horrível.

02 – Cesta de Abelhas

Muitas vezes, as punições da Roma Antiga não eram apenas realmente desagradáveis, mas também totalmente bizarras. Um bom exemplo é a cesta de castigo das abelhas. Isso viu a vítima ser despida e enfiada em uma grande cesta de tecido. Essa cesta foi então puxada para o alto de uma árvore e próxima a uma colmeia ativa. Isso geralmente irritava as abelhas e elas logo atacariam a pessoa na cesta, matando-a com ferroadas. Embora isso possa demorar um pouco, os sortudos morreram rapidamente devido a reações alérgicas a picadas de abelha.

01 – Crucificação

Você pode pensar que esse tipo de punição era incomum e reservado apenas para casos especiais, como Jesus. No entanto, a crucificação era na verdade uma forma muito comum de punir as pessoas e matá-las na Roma Antiga. Curiosamente, essa punição nem sempre envolvia ser pregado na cruz e pendurado imediatamente. Muitas vezes, a vítima era simplesmente despida e amarrada em pé sobre uma cruz antes de ser açoitada até a morte. Se sobrevivessem ao açoite, teriam as mãos pregadas na cruz e seriam içados a um poste fincado. Isso normalmente veria seus pés pregados no poste e sendo deixados lá para morrer. Às vezes, o acusado era até crucificado de cabeça para baixo! Como você pode ver, essa é uma maneira terrível de morrer.

Embora muitas civilizações no passado tenham inventado maneiras horríveis de punir as pessoas, a Roma Antiga está lá com as melhores. Como mostra o exemplo acima, eles realmente tinham uma maneira desagradável e vergonhosa de punir as pessoas – geralmente quando eram inocentes!

Compartilhar
Gilvan Alves

23 Anos de idade, Técnico em Rede de Computadores, Sempre em busca de aprender algo novo todos os Dias!

Este site usa cookies.