Saúde

Países Com As Taxas De Mortalidade Infantil Mais Baixas

O termo usado para determinar a taxa na qual crianças com um ano de idade ou menos morrem é conhecido como taxa de mortalidade infantil (IMR). O IMR mede o número de mortes entre os 1.000 nascidos vivos. Essas mortes ocorrem devido a fatores como nascimentos prematuros, infecção neonatal, pneumonia e malária, entre outros.

Países Com Taxas De Mortalidade Infantil Mais Baixas

O número de crianças que morrem varia de um país para outro, com algumas nações registrando taxas muito alarmantes de mortes infantis, enquanto outras registram quase zero mortes infantis. Os registros indicam que o Japão é a nação líder global registrando menos mortes infantis. Islândia, Cingapura e Finlândia também têm taxas baixas e estão classificadas em segundo e quarto lugar, respectivamente. Os outros países com baixas taxas de mortalidade infantil são Estônia, Eslovênia, Chipre, Bielo-Rússia, Coréia do Sul e Noruega.

O Japão apresenta o menor risco de mortalidade neonatal, com uma taxa de 0,9. O país viu uma redução significativa nas mortes infantis e os registros indicam que, em 1967, a mortalidade infantil era tão alta quanto 16,2 em 1.000 nascidos vivos. O Japão é seguido pela Islândia na segunda posição. Aqui, a taxa de mortalidade infantil é de apenas 1,0. O IMR de Cingapura de 1,1 é o terceiro mais baixo globalmente. A Finlândia conclui a lista dos quatro primeiros e a taxa de mortalidade infantil aqui é de 1,2.

O quinto país do mundo com a menor taxa de mortalidade infantil é a Estônia, com uma taxa de apenas 1,3. Esse número é insignificante e é uma indicação clara de que muitas crianças que nascem têm uma grande chance de sobreviver. Na Eslovênia, também ocorrem 1,3 mortes em cada 1.000 nascidos vivos, tornando-o o sexto país com baixa mortalidade infantil. A Eslovênia ocupa a sétima posição, com uma taxa de 1,4 mortes infantis decorrentes de 1.000 bebês nascidos vivos.

Na Bielo-Rússia, apenas 1,5 mortes em mil nascidos vivos são registradas. Este número o coloca na oitava posição no mundo. Os outros países que registram a mesma taxa de mortalidade infantil de 1,5 são a Coréia do Sul e a Noruega e estão em nono e décimo, respectivamente. As taxas de mortalidade infantil têm sido consideradas com atenção em todo o mundo e os registros indicam reduções significativas.

Fatores Que Influenciam As Baixas Taxas De Mortalidade Infantil

Muitos países no mundo estão experimentando uma redução significativa nas mortes infantis. A redução resulta de muitos fatores, notadamente, os serviços médicos ajudaram na prevenção de novas perdas de vidas em crianças. O pessoal médico foi treinado e, ao mesmo tempo, tornou as instalações mais acessíveis para mulheres grávidas e lactantes. Por meio da vacinação, doenças como poliomielite e diarreia foram controladas. Além disso, houve um aumento de muitos profissionais médicos; O Japão, por exemplo, tem 131 profissionais médicos por 10.000 pessoas.

Além disso, a Organização das Nações Unidas (ONU), por meio da Organização Mundial da Saúde (OMS), vem com meios para reduzir a mortalidade infantil. A OMS introduziu Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) com a missão de reduzir a ameaça de morte infantil. A organização também pede aos países membros que prestem serviços de saúde à população para erradicar as doenças transmissíveis.

Países Com As Taxas De Mortalidade Infantil Mais Baixas

Classificação País Taxa de mortalidade neonatal
1 Japão 0.9
2 Islândia 1.0
3 Cingapura 1.1
4 Finlândia 1.2
5 Estônia 1.3
6 Eslovênia 1.3
7 Chipre 1.4
8 Bielo-Rússia 1.5
9 Coreia do Sul 1.5
10 Noruega 1.5
Compartilhar
Gilvan Alves

23 Anos de idade, Técnico em Rede de Computadores, Sempre em busca de aprender algo novo todos os Dias!

Este site usa cookies.