Categorias Dicas

6 dicas para parar de roer as unhas

Roer as unhas é um comportamento bastante comum, mas infelizmente não favorece a saúde ou a estética das nossas mãos. Esse problema chamado pelos especialistas de ” onicofagia ” pode ser sofrido em maior ou menor grau, mas há pessoas que acham impossível parar. Você roe as unhas? Você conhece alguém que faz?

Neste artigo, queremos dar-lhe algumas dicas e truques para parar de roer as unhas, já tentamos muitos deles, mas esses são os que funcionaram melhor para nós.

Que problemas roer as unhas pode causar?

Embora roer unhas geralmente não seja um distúrbio sério, pode haver casos complicados relacionados a problemas nervosos. Na maioria dos casos, as pessoas só roem o excesso das unhas, ou seja, a parte que sai do dedo, mas nos casos mais graves há pessoas que podem até danificar a cutícula, que é a pele que protege o leito ungueal.

perigo de danificar a cutícula é que, se estragarmos o local de nascimento da unha, ela pode começar a sair irregularmente, rachar ou até mesmo não sair em áreas. (Claro que já dissemos que este é o caso mais grave).

Existem outros problemas mais comuns relacionados à roedura das unhas, como o aparecimento de fungos e bactérias, micro-rupturas e sensação desagradável ao segurar objetos. Claro, não podemos esquecer que colocar constantemente a mão na boca (ficar sujo) pode gerar feridas e a propagação de vírus e bactérias gastrointestinais.

Por que roemos nossas unhas?

Os especialistas concordam que a principal causa de roer as unhas está diretamente relacionada a fatores nervosos e emocionais.

Estresse, medo, ansiedade, vergonha e tédio são apenas alguns dos fatores emocionais que os causam. Nosso corpo associa que roer as unhas é uma forma que funciona para desestressar e, portanto, repete isso toda vez que uma situação estressante ocorre quase que automaticamente. (Mesmo com tédio, ansiedade ou constrangimento).

6 truques para parar de roer as unhas

Antes de começar a aplicar qualquer um desses truques, é aconselhável fazer duas coisas:

  • Fique atento aos momentos em que roemos as unhas. Qual é a nossa causa? O aborrecimento? O estresse?…
  • Defina um objetivo a ser alcançado. Por exemplo: uma semana sem roer as unhas, depois um mês, depois três meses, etc. Se tivermos um calendário no qual possamos riscar cada um dos dias que passamos sem roer as unhas, será mais fácil nos mantermos motivados para alcançar essa conquista.

Agora que você sabe quando e por que roer as unhas e tem um objetivo, é hora de decidir qual método seguir.

apenas relaxe

Como já dissemos, o estresse e a ansiedade são as principais causas desse hábito, portanto, se conseguirmos relaxar estaremos reduzindo a necessidade de roer as unhas.

Existem muitos truques e técnicas de relaxamento e não será difícil para você encontrar aquele que melhor se adapta a você, propomos estes 3:

  • Relaxamento Respiratório: Ao detectar um pico de estresse, pare por alguns segundos com o que está fazendo. Feche os olhos e concentre-se na respiração, tente manter um ritmo constante na respiração, que deve ser profundo e lento. É sem dúvida um dos truques que funcionam melhor, uma vez que consegue equilibrar os níveis de gases no sangue, o que tem um efeito relaxante.
  • Relaxamento Muscular: Assim como no relaxamento respiratório, se notar que está passando por um momento de estresse máximo: pare o que estiver fazendo, feche os olhos e concentre-se no corpo. Comece a alongar e relaxar os músculos do corpo, dos pés à cabeça, nessa mesma ordem. Este exercício nos ajuda a aliviar as tensões físicas e psicológicas.
  • Infusões relaxantes: você pode ajudar seu corpo a relaxar tomando um dos diferentes tipos de infusões relaxantes que existem. Da erva-cidreira à valeriana, você decide qual é o mais adequado para você, mas não abuse dessas infusões, pois você tem que aprender a relaxar o corpo também sem a necessidade de ajuda externa.

Faça uma manicure

Existem muitas pessoas que começam a roer as unhas porque detectam imperfeições nas unhas . (Unhas compridas, pedaços quebrados ou lascados, pele pequena …) Para evitar essa faísca que causa roer as unhas, você pode ir à manicure uma vez por semana (seja você mesmo ou um profissional). Ver unhas bem cuidadas e saudáveis ​​nos impedirá de mordê-las e estragá-las.

Muitas pessoas conseguiram quebrar o hábito de roer as unhas adquirindo o hábito de cuidar delas todas as semanas.

Aplique um produto dissuasor

Existem em drogarias e farmácias produtos expressamente criados para prevenir a onicofagia. Esses produtos, geralmente líquidos, são aplicados nas unhas (geralmente são transparentes) e geram um gosto ruim na boca quando tentamos mordê-los. No final, nosso cérebro interpreta que roer unha gera um gosto ruim na boca, então aos poucos tenta evitá-lo.

O problema é que algumas pessoas conseguem até se adaptar a esse gosto ruim e continuar roendo as unhas. Por isso, é recomendável que, nesse caso, a cada vez que se acostumar com o sabor, mude para outra marca de produto. Existem também substâncias caseiras que nos ajudam a atingir este mesmo objetivo na aplicação nas unhas, por exemplo o extrato de baunilha ou o molho Tabasco.

Mastigar alimentos crocantes

Mastigar alimentos crocantes em momentos de estresse não só pode ajudar a mitigar a vontade de roer as unhas, mas também pode ajudá-lo a comer melhor. Alguns palitos de cenoura ou pepino são ideais para atingir esse objetivo, pois são saudáveis ​​e deliciosos.

Mascar chiclete

Seu corpo tem associado que para relaxar você pode roer as unhas, o ato de morder é o que o relaxa. Sabendo disso, você pode detectar todos aqueles momentos do dia em que tende a roer as unhas e a mascar chicletes. Por ter chiclete na boca, seu corpo não precisará roer as unhas.

Aos poucos, seu corpo vai esquecendo o ato de roer as unhas como forma de relaxar, pois a goma de mascar o terá substituído. Se você decidir que esse é o método que deseja usar, não se esqueça de comprar chicletes sem açúcar. Desta forma, você evitará problemas de cárie dentária associados a este novo hábito de substituição.

Mais tarde, quando você não roer as unhas por um longo tempo, pode tentar deixar a goma aos poucos.

Procure tratamento

Se você considera que seu hábito de roer as unhas é muito sério ou suspeita que pode estar relacionado a um transtorno obsessivo-compulsivo, é melhor ir ao médico em busca de um tratamento personalizado. Os casos graves são de difícil “cura” sem a supervisão de um profissional que oriente as etapas e métodos a seguir.

Esperamos que este artigo tenha sido de seu interesse e que você coloque um desses métodos em prática se precisar. Você conhece outros métodos? Compartilhe-os conosco por meio de uma mensagem na web ou em nossas redes sociais.

Compartilhar
Gilvan Alves

23 Anos de idade, Técnico em Rede de Computadores, Sempre em busca de aprender algo novo todos os Dias!

Este site usa cookies.