Categorias Curiosidades

10 mitos sobre alimentos

A nutrição e a boa nutrição são uma parte fundamental do nosso desenvolvimento como indivíduos e, em grande medida, influenciam como será a nossa vida. Assim como descansar, manter-se bem hidratado ou simplesmente respirar, alimentar-se bem é uma necessidade do nosso organismo, essencial não só para sobreviver, mas para ter uma qualidade de vida adequada. Porém, hoje em dia existem cada vez mais mitos sobre a alimentação e o que é uma alimentação adequada, a maioria deles promovidos por gurus internos com pouca formação acadêmica a esse respeito. É por isso que decidimos trazer-lhe este artigo sobre os diferentes mitos em torno da comida que deve conhecer. Junte-se a nós para descobri-los!

10 mitos sobre comer que você provavelmente não conhecia

Há quem diga que somos o que comemos, e esta é uma frase que contém uma grande verdade. O que comemos influencia tudo: como cheiramos, quanta energia armazenamos, nossa aparência e até mesmo nosso humor. Por isso, cuidar da alimentação deve ser parte fundamental da nossa vida. Aqui estão 10 mitos sobre a alimentação que talvez você não conhecesse e que deveria conhecer para melhorar seus hábitos alimentares.

1. Carboidratos são ruins

Um dos mitos sobre os alimentos e as dietas mais populares é pensar que os carboidratos são totalmente negativos para o nosso corpo, pelo menos no que diz respeito à perda de peso. Isso é apenas uma meia verdade, porque a verdade é que existem diferentes tipos de carboidratos que fornecem diferentes nutrientes ao nosso corpo. Existem pelo menos dois tipos de carboidratos, simples e complexos. Os simples são aqueles que podemos encontrar em alimentos como biscoitos e balas que carecem de vitaminas, minerais e fibras. Os complexos, por outro lado, são encontrados em alimentos como pão de trigo, grãos ou frutas, que possuem nutrientes suficientes para nossa saúde. Portanto, se for fazer dieta, é aconselhável evitar os carboidratos simples, mas não pare de consumir os complexos.

2. Ser vegetariano nos torna mais saudáveis

Outro mito sobre nossa saúde e alimentação que circula nas redes sociais e em diversos portais online é que ser vegetariano automaticamente nos torna mais saudáveis. Isso não é necessariamente o caso, visto que nosso corpo está acostumado a comer carne e vegetais nem sempre contêm todos os nutrientes que a carne pode nos fornecer. Uma boa dieta vegetariana pode nos fornecer todos os nutrientes necessários para o nosso corpo. Porém, se uma dieta vegetariana for seguida sem maior controle e sem informações adequadas, isso pode fazer com que nosso organismo deixe de consumir certos nutrientes em quantidades adequadas e, portanto, prejudicar nosso desempenho e nossa saúde. Você sabe como parar de comer carne afeta seu corpo??

3. O vinho é bom para sua saúde

Outro mito sobre comida que ouvimos com frequência é que o vinho faz bem à saúde. Isto é tão? Sem dúvida, o vinho é rico em antioxidantes que são amplamente benéficos para a nossa saúde. No entanto, isso não significa que cada vez que bebemos uma garrafa de vinho, estejamos ajudando a melhorar o nosso corpo. Pelo contrário, porque o vinho só faz bem à saúde na medida certa. Na verdade, para que tenha um bom efeito no nosso corpo, não se recomenda tomar mais do que uma bebida por dia, e mesmo esta dose não é recomendada se o seu corpo não estiver habituado a consumir vinho regularmente. Mas se você consumir nas proporções certas, poderá descobrir muitos dos benefícios de beber vinho tinto..

4. Beber água durante as refeições engorda.

Este mito é completamente falso. Embora a água nem sempre seja a melhor companhia para nos refrescarmos na hora das refeições, a verdade é que beber água durante as refeições não nos faz mal nenhum. Na verdade, a água não contém calorias, por isso é impossível engordar. Além disso, a água é essencial para nós como organismos e é uma parte fundamental de nossa dieta. Esse mito, porém, pode ser devido ao fato de que existem doenças que fazem com que acumulemos água no corpo, o que, claro, dá a impressão de ganho de peso. No entanto, deve ser entendido que esta condição, em primeiro lugar, é devido a uma doença e, em segundo lugar, que não é realmente porque engordamos, mas simplesmente porque retemos temporariamente líquidos.

5. Existem alimentos bons e alimentos ruins

Outro dos mitos sobre a comida que mais se repete é aquela famosa frase que diz que existem alimentos bons e alimentos ruins. Isso, é claro, é completamente falso. Os alimentos são compostos de muitos nutrientes mistos, alguns dos quais podem ser prejudiciais à saúde se consumidos em excesso. Pode haver alimentos que uma pessoa não gosta ou que são proibidos por uma doença pré-existente, mas isso não significa que sejam alimentos “ruins”. No fundo, a alimentação não é boa nem má, o que podemos encontrar na prática são maus hábitos alimentares, que se caracterizam por se basearem no excesso de alguns tipos de alimentos e em baixíssima quantidade de outros.

6. Alimentos leves perdem peso

Este é um dos mitos da alimentação mais utilizado pelo marketing e pela publicidade. Com certeza, alimentos leves ou de baixa caloria não perdem peso. Esses alimentos nem sempre param de conter calorias, mas as têm em quantidade muito menor do que os alimentos inteiros. Em qualquer caso, isso não quer dizer que nos façam emagrecer automaticamente, pois ganhar ou perder peso depende da quantidade de calorias que se consome e da quantidade que se gasta. Para perder peso, devemos consumir menos calorias do que as gastas, portanto, se você consumir produtos leves em excesso , isso pode até fazer você ganhar peso. A verdadeira condição para perder peso é consumir menos calorias do que você usa.

7. A manteiga é mais saudável do que a margarina

Este é mais um dos mitos sobre a comida refutados pelos especialistas. Não, a manteiga não é necessariamente mais saudável do que a margarina. Na verdade, a margarina geralmente contém gordura vegetal, enquanto a manteiga obtém gordura do leite. O que isto significa? Que a gordura fornecida pela margarina é geralmente menos prejudicial do que a fornecida pela manteiga. Além disso, a margarina costuma ser rica em vitaminas lipossolúveis , o que lhe confere maior valor nutritivo. Isso não significa, é claro, que devamos consumir margarina indiscriminadamente, devemos lembrar que todos os excessos fazem mal à saúde e neste caso não foge à regra.

8. A fruta no final da refeição não engorda.

A fruta é uma parte fundamental da nossa alimentação, por isso devemos incluir até duas porções diárias de fruta na nossa rotina alimentar, visto que a fruta traz muitos benefícios ao nosso organismo. Só para citar alguns, a fruta contém fibras, vitaminas e antioxidantes naturais que atuam de forma bastante positiva em nosso organismo. No entanto, isso ainda significa que as frutas têm sua própria ingestão calórica, que não varia dependendo de quando são consumidas.. Em outras palavras, a fruta fornece a mesma quantidade de calorias quer seja ingerida no café da manhã ou no jantar, antes do almoço ou depois, por isso é falso que a fruta no final da refeição não engorda. Na verdade, a fruta após a refeição fornecerá exatamente os mesmos nutrientes e calorias que em qualquer outro momento.

9. Pular refeições nos ajuda a perder peso

Embora alguns especialistas atualmente apoiem algumas teorias sobre o jejum prolongado e como isso pode nos ajudar a perder peso e manter um melhor desempenho, a verdade é que essas teorias ainda não parecem ter evidências suficientes para serem sustentadas como verdadeiras. Pelo que sabemos, pular refeições não nos ajuda a perder peso, pois para nosso corpo manter um desempenho ideal estima-se que devemos comer aproximadamente uma vez a cada quatro horas. Assim ficaremos satisfeitos por mais tempo e manteremos nosso metabolismo ativo: ou seja, estaremos em ótimas condições. A verdade é que até agora não há evidências de que pular refeições seja uma boa maneira de perder peso.

10. Devemos complementar nossa dieta com suplementos vitamínicos

Outro mito sobre os alimentos que está muito em voga nos últimos tempos é que devemos complementar nossa dieta com diferentes suplementos vitamínicos. Isto é certo? A verdade é que não. Para uma pessoa que tem uma dieta estável e saudável, e que fornece nutrientes suficientes para seu corpo, ela não deve recorrer a suplementos vitamínicos para complementar sua dieta. Na verdade, uma dieta ideal não deveria ter que recorrer a nenhum tipo de suplemento vitamínico. No entanto, existem situações específicas em que é necessário complementar a dieta com alguns suplementos, como no caso das grávidas. Além disso, é importante lembrar que o uso excessivo e discriminado desses tipos de suplementos pode acabar sendo prejudicial à saúde.

O que você achou do nosso artigo sobre mitos sobre comida? Você conhece esses 10 mitos? E você achou que algum deles era verdade? Deixe-nos a sua opinião nos comentários, estaremos ansiosos pela sua leitura!

Compartilhar
Gilvan Alves

23 Anos de idade, Técnico em Rede de Computadores, Sempre em busca de aprender algo novo todos os Dias!

Este site usa cookies.