10 jogadores de beisebol mais lendários de todos os tempos

O beisebol é um dos esportes mais populares em todo o mundo. Claro, a América é o lar do beisebol e tem milhões de fãs que o seguem. É também um esporte popular em partes da Europa e da Ásia. Quando você pensa no drama, na ação e nos grandes sucessos que ele contém, é fácil entender por quê. Claro, os jogadores que animam o esporte e dão aos fãs a ação que eles desejam também são fundamentais. Isso fez com que alguns grandes nomes aparecessem nas ligas de beisebol ao longo dos anos.

10 jogadores de beisebol mais lendários de todos os tempos

10 – Roger Clemens

Roger Clemens – Steve Lipofsky www.Lipofsky.com , CC BY 3.0 , via Wikimedia Commons

Nossa primeira lenda do jogo teve uma carreira impressionante de 24 anos e ganhou 7 prêmios Cy Young ao longo do caminho! Clemens foi um excelente arremessador que fez 4.672 strikeouts em seus dias de jogador. Este ainda é o terceiro número mais alto da história do beisebol! 1986 foi talvez sua melhor temporada, pois ele ganhou o prêmio MVP da liga por um recorde de 24-4 quando jogava pelo Boston Red Sox. Um lançador recebendo o prêmio MVP da MLB era quase desconhecido e mostra o talento que ele era. Lançador rápido com grande espírito competitivo e uma boa variedade de entregas, é um verdadeiro grande jogador de todos os tempos.

09 – Honus Wagner

Honus Wagner – Chicago Daily News , domínio público, via Wikimedia Commons

Se você conhece seus cartões colecionáveis, conhecerá esse nome porque ele é o mais valioso da história. A verdade, porém, é que Honus Wagner merece ser lembrado por muito mais do que isso. Conhecido como ‘The Flying Dutchman’, ele era um grande rebatedor, uma potência de batedor. Ele liderou o ranking da liga para rebatedores 8 vezes em sua carreira e se aposentou com uma média impressionante de 0,328. Quando ele encerrou o jogo em 1917, ele acumulou mais de 3.000 rebatidas, 252 triplos e 1.732 corridas impulsionadas. Estatísticas como essa ainda se comparam favoravelmente com os jogadores modernos. Para cimentar seu status, Wagner foi incluído no Hall da Fama do Beisebol em 1936.

08 – Stan Musial

Stan Musial – Bowman Gum , domínio público, via Wikimedia Commons

‘Stan the Man’ não era apenas um grande jogador, mas também uma grande pessoa. Ele era um homem de St Louis por completo – isso o viu jogar toda sua carreira de 22 temporadas com os Cardinals. Claro, isso o vê como um verdadeiro favorito lá até hoje, além de ser uma lenda para outros fãs de beisebol. Um grande batedor de rebatidas, Musial levou os Cardinals a três títulos da World Series em 1942, 1944 e 1946. Ele também conquistou três títulos de MVP na mesma época. Uma média de rebatidas ao longo da vida de 0,331 mostrou que grande coordenação, força e reflexos este jogador tinha.

07 – Ty Cobb

Ty Cobb – International Film Service , domínio público, via Wikimedia Commons

Se esta fosse uma lista de jogadores populares ou legais, Cobb não estaria nem perto. Ele era um cliente muito mau que fazia coisas como afiar seus espinhos para maximizar quaisquer lesões aos oponentes em escorregões difíceis. Ele também não era avesso a brigar com fãs nas arquibancadas se eles o incomodassem! No entanto, esta é uma lista sobre jogadores lendários, o que significa que ele deve ser incluído. Uma média de rebatidas ao longo da vida de 0,366 mostra o quão talentoso ele era com o bastão na mão. Em uma carreira de 24 anos, Cobb liderou as estatísticas de rebatidas da MLB 12 vezes. Capaz de rebater grandes home runs e golpes poderosos, ele conseguiu até rebater uma média de mais de 0,400 em 3 temporadas!

06 – Walter Johnson

Walter Johnson – Biblioteca do Congresso , domínio público, via Wikimedia Commons

Quando se trata de arremessar, poucas pessoas lançaram uma bola como Walter Johnson. Ele usou bombas reais que os rebatedores tiveram a sorte de ver, deixa pra lá. Seu talento supremo dominava o jogo de arremesso quando ele jogava. Johnson se candidatou aos Washington Senators em sua carreira de 21 anos – isso o viu lançar 110 partidas perdidas completas. Este ainda é o maior da história da MLB e parece que não será superado. Com 3.509 eliminações na carreira, ele também levou os Senadores ao título da World Series.

05 – Hank Aaron

Hank Aaron – Autor desconhecido , domínio público, via Wikimedia Commons

Quando se trata de rebater uma bola de beisebol, o tempo e a coordenação são importantes. Às vezes, porém, é tudo uma questão de puro poder! Muitos classificam Hank Aaron como o melhor powerhitter da história do beisebol – com mais de 750 home runs em seu nome, é difícil argumentar. Conhecido como ‘Hammerin Hank’, ele geralmente faz jus a esse faturamento. Uma olhada em suas estatísticas confirma o porquê. Com 2.297 corridas impulsionadas de 6.856 bases, ele também terminou com uma média de rebatidas de 0,305. Mas não foi apenas com o bastão na mão que ele se mostrou útil. Aaron foi um grande jogador de campo e ganhou 3 prêmios Golden Gloves em sua carreira.

04 – Ted Williams

Ted Williams – Apex Photo Company , domínio público, via Wikimedia Commons

Muitos citam a lenda Ted Williams como o rebatedor mais puro que o beisebol já viu. Uma média de vida de 0,482 certamente confirma isso e mostra como ele era um jogador de primeira linha no auge. Williams ainda está entre os 20 melhores de todos os tempos em corridas marcadas, corridas rebatidas e home runs. Quando você pensa que ele perdeu 5 anos completos no serviço militar, isso é demais. Conhecido como ‘The Splendid Splinter’, ele tinha grande coordenação visual para acompanhar sua técnica excelente. Jogando pelo Boston Red Sox, ele liderou a média de rebatidas da liga 6 vezes em uma carreira de 19 anos.

03 – Barry Bonds

Barry Bonds – Kevin Rushforth , CC BY-SA 2.0 , via Wikimedia Commons

Bonds era quase uma versão moderna de Ty Cobb – mas por razões diferentes. Bonds era vaidoso, arrogante e irritadiço. Além disso, muitas pessoas alegam que ele usou esteróides para obter uma vantagem durante sua carreira. O problema é que essas afirmações nunca foram provadas e Bonds ainda permaneceu ultra-talentoso, mesmo que tenha conseguido alguma ajuda extra. Como a maioria dos melhores rebatedores, ele tinha ótimos reflexos, uma força incrível e um foco excelente. Ele também tem uma média de rebatidas imensa de 0,444 em seu nome e 762 home runs. Isso, é claro, inclui 73 em uma gloriosa temporada de 2001. Capaz de instilar medo real nos arremessadores, ele também levou para casa o prêmio MVP 7 vezes.

02 – Willie Mays

Willie Mays – Autor desconhecido , domínio público, via Wikimedia Commons

Muitos colocariam Mays em primeiro lugar, tal era seu talento e conquistas no beisebol. Para nós, ele simplesmente perde! Não há dúvida de que ele é um dos melhores que já jogou. Ao longo de sua carreira, ele acumulou mais de 3.000 rebatidas, 660 home runs e 1.903 rebatidas em corridas. Mays também foi um excelente jogador de campo que ganhou o prêmio Golden Gloves 12 vezes no spin. Quando você observa sua captura por cima do ombro em um jogo empatado na World Series de 1954, tudo se torna claro. Isso deu a seu jogo um apelo geral e levou muitos a considerá-lo o melhor jogador geral de todos os tempos.

01 – Babe Ruth

Babe Ruth – Frances P. Burke , domínio público, via Wikimedia Commons

Haveria mais alguém no topo da lista dos grandes nomes do beisebol? Embora ele pudesse não se parecer com os atletas modernos que vemos agora no jogo, o talento de Ruth era tão grande que não importava. Ruth não é apenas o maior por seu talento, porém, é seu impacto geral no jogo que também o destaca. Quando ele ingressou nas ligas principais em 1914, a era da bola parada estava no auge. Este havia visto 27 sendo o recorde de home runs em 1 temporada.
Ruth mudou isso e usou sua poderosa rebatida para mover para 59 em 7 anos. Com uma incrível média de rebatidas de 0,690, suas rebatidas falam por si. Ele também foi um lançador muito útil em seus primeiros dias. Ruth também foi a primeira grande estrela do esporte na América, que as pessoas conheciam em todo o país – mesmo que não seguissem o beisebol. Isso o fez gerar muitas manchetes para suas travessuras fora de campo e mudar o que significa ser uma estrela do esporte.
Então, aí está – os dez jogadores de beisebol mais lendários que o jogo já viu. Existem alguns nomes realmente ótimos e vale a pena conferir qualquer um dos quais você não tenha ouvido falar antes. Resta saber se algum jogador moderno vai entrar em tal companhia sagrada no futuro.

Gilvan Alves: 23 Anos de idade, Técnico em Rede de Computadores, Sempre em busca de aprender algo novo todos os Dias!

Este site usa cookies.