Como os pássaros quebram a comida se não têm dentes?

4 semanas ago
125 Views
Quando o vidro congela, ele freqüentemente quebra. Por quê?

Os pássaros não têm dentes, mas sua comida é rapidamente movida para a moela, onde é moída em pequenas partes. O revestimento da moela e as pequenas pedras dos pássaros consomem ajuda nesse processo.

A observação de pássaros não é uma atividade incrível para aliviar o estresse? Sua capacidade de pular em voo, voar com o vento e pegar suas presas não só parece ótima, mas incorpora muita ciência! No entanto, há algo mais ainda mais singular e intrigante sobre os pássaros, a atividade que todos nós realizamos diariamente – comer!

Loading...
Você provavelmente sempre se perguntou como os pássaros quebram a comida quando, em vez de dentes, tudo o que eles têm é o bicozinho!

o melro segura as bagas vermelhas (Bachkova Natalia) S

Um melro comendo frutas vermelhas (Crédito da foto: Bachkova Natalia / Shutterstock)

Nos humanos, nossos dentes fazem esse trabalho por nós, e esse também é o caso de vários outros animais. Os caninos são um conjunto de dentes pontiagudos que ajudam a rasgar nossa comida.

No entanto, os pássaros não têm dentes. Felizmente, graças à incrível variabilidade da natureza, há outro órgão que faz o trabalho de quebrar a comida dos pássaros. Esse órgão é chamado moela, uma parte do estômago dos pássaros que ajuda a triturar os alimentos em pedaços menores!

O sistema digestivo de um pássaro é diferente do nosso?

Definitivamente! O sistema digestivo humano possui várias glândulas e órgãos de alto funcionamento. Começa com a cavidade bucal na boca, que continua em um tubo chamado tubo alimentar. O tubo de comida sofre contrações musculares para empurrar a comida para baixo no estômago. O estômago se conecta ao intestino delgado, local onde ocorre a maioria da digestão. Alimentos não digeridos entram no intestino grosso e são excretados para fora do corpo através do ânus.

Aves, no entanto, não compartilham a mesma anatomia gastrointestinal que os seres humanos. Devido à falta de dentes e ao modo de vida aéreo, o sistema digestivo é completamente diferente.

O sistema digestivo de um pássaro começa com a cavidade bucal, que inclui uma língua. A língua manipula a comida e a empurra para o cano da comida. O tubo alimentar se conecta a um órgão chamado colheita, que armazena os alimentos que o pássaro ingere e libera algumas secreções que ajudam a amolecer os alimentos.

O sistema digestivo humano (Christos Georghiou) S

Sistema Digestivo Humano (Crédito da foto: Christos Georghiou / Shutterstock)

Abaixo da colheita está a moela. Embora a moela quebre a maioria dos alimentos, a maior parte da digestão não ocorre aqui. Depois de quebrados na moela, os alimentos entram no intestino delgado, onde ocorre a absorção. O alimento não digerido passa para o reto e é excretado do corpo através da cloaca.

Como o pássaro divide sua comida?

Os pássaros são muito específicos quanto aos alimentos que consomem. Eles garantem que tudo o que comerem possa ser utilizado. Por exemplo, os pombos se alimentam de cereais, leguminosas, sementes e pequenos insetos que podem ser apanhados pelo bico. Algumas secreções glandulares, juntamente com a língua, ajudam a lubrificar os alimentos, que são passados ​​para o tubo alimentar, mais conhecido como esôfago.

Como mencionado acima, o esôfago passa os alimentos ingeridos para um órgão chamado colheita. Curiosamente, a colheita não produz enzimas para a decomposição do conteúdo ingerido. Ajudados pelo calor do corpo, o muco e outras secreções da colheita amolecem os alimentos e os armazenam por um curto período de tempo.

A comida passa para a moela através de uma conexão chamada proventriculus. O proventriculus, no entanto, é o local da digestão das proteínas. Na moela, os grãos de alimentos são moídos e esmagados por contrações musculares. As contrações são auxiliadas pelo espesso revestimento interno da moela. Esse revestimento interno espesso é referido como epitélio cornificado.
Além disso, as pequenas pedras engolidas pelo pássaro também ajudam a quebrar a comida. A moela é mais ácida que a colheita, o que implica que a maior parte da quebra dos alimentos ocorre na moela, em oposição à colheita.

ciclo de vida dos ovos de galinha (crescimento) s

A anatomia do sistema digestivo de um pássaro (Crédito da foto: trgrowth / Shutterstock)

Quanta comida os pássaros comem?

As necessidades alimentares de um pássaro são enormes. Sua digestão também é muito rápida, como resultado de sua alta taxa metabólica. Um pássaro comum deve comer metade do seu peso corporal todos os dias. Aves menores, no entanto, como o beija-flor, devem comer muito mais do que essa quantidade! Por que é que? Porque uma enorme quantidade de energia é necessária por essas criaturas para alimentar os músculos dos seios. Os seres humanos podem converter apenas um décimo de seus alimentos ingeridos em energia, enquanto os pássaros podem transformar um terço de seus alimentos ingeridos em energia. Quão incrível é isso?

dois papagaios lorri comendo comida close-up (Neirfy) S

Papagaios Lorri alimentando-se de grãos (Crédito da foto: Neirfy / Shutterstock)

Conclusão

Existem muitas diferenças significativas entre pássaros e outros animais. Uma diferença principal é o modo de vida aéreo, já que os pássaros são as únicas espécies que conseguem voar de verdade. Isso exige que seus mecanismos digestivos e alimentares sejam bem diferentes de outros organismos. A variedade na evolução dos bicos ajuda a pegar suas presas com facilidade, enquanto a visão aprimorada também é bem diferente da nossa, ajudando-as no vôo, no pouso e na captura de presas. Claramente, não é apenas o sistema digestivo que os diferencia, mas esse design exclusivo merece alguma atenção. Afinal, essa é a beleza do mundo natural – a variedade infinita que vemos em todas as criaturas ao nosso redor!

Referências:

Universidade West Texas A&M Universidade
Estadual do Colorado
The RSPB Wildlife Charity
Universidade de Kentucky do Leste

Gostou? Compartilhe com seus Amigos...
<
Loading...
Comments

Deixe seu Comentário