A definição de pandemia da Organização Mundial da Saúde é “a disseminação mundial de uma nova doença”. A nova doença é infecciosa e contagiosa. A definição de pandemia da Organização Mundial da Saúde é “a disseminação mundial de uma nova doença”. A nova doença deve ser infecciosa e contagiosa. A maioria das pessoas não tem imunidade a isso. Uma pandemia de gripe acontece quando um novo vírus da gripe emerge e se espalha pelo mundo. As pandemias de gripe são diferentes das recorrências sazonais da gripe, embora alguns aspectos das duas possam parecer semelhantes.

As pandemias também podem afetar organismos agrícolas, como gado, culturas, peixes, plantas e espécies de árvores, além de outros organismos.

Pandemias na História

A maioria das pandemias causadas por vírus se originou de vírus de influenza animal. As pandemias significativas registradas na história humana incluem a Praga de Atenas, Praga de Antonino , Praga de Justiniano , Peste Negra, terceira pandemia de peste e gripe espanhola. Essas pandemias eram geralmente zoonoses, que ocorreram como resultado da domesticação de animais. Peste Negra também é conhecida como Pestilência. É uma das pragas mais devastadoras da história da humanidade. A Peste Negra causou a morte de cerca de 75 a 200 milhões de pessoas na Europa e na Ásia. A pandemia foi causada pela bactéria Yersinia pestis. Estima-se que a pandemia tenha matado 30-60% da população da Europa.

A gripe espanhola também é conhecida como pandemia de influenza de 1918. Foi causada pelo vírus influenza H1N1. A pandemia afetou 500 milhões em todo o mundo e estima-se que tenha matado 50 a 100 milhões de pessoas, incluindo as do Ártico e das remotas ilhas do Pacífico. Outras pragas notáveis ​​da história foram o resultado de doenças como febre tifóide, varíola, peste bubônica, tuberculose, cólera, sarampo, hanseníase, malária, vírus Ebola, febre amarela e vírus Zika.

Pandemias atuais

As pandemias recentes incluem a pandemia do HIV e a pandemia da gripe suína de 2009.

A pandemia de gripe suína de 2009 foi uma pandemia de gripe. 11-21% da população global contraiu a doença. A pandemia resultou na morte de 14, 286 pessoas.

O HIV é uma pandemia global que se originou da África e se espalhou para o resto do mundo. Estima-se que 37,9 milhões de pessoas estejam infectadas com o HIV em todo o mundo. As maiores taxas de infecção estão entre os homens (57%). No sul e leste da África, as taxas de infecção chegam a 25%. As taxas de infecção estão diminuindo em vários países africanos, graças à educação eficaz sobre práticas sexuais mais seguras e controle de infecções transmitidas pelo sangue. No entanto, as taxas de infecção na Ásia e nas Américas estão aumentando. Estima-se que o número de mortos chegue a 90-100 milhões em 2025.

Preocupações com futuras pandemias

Teme-se que, no futuro, possa haver o ressurgimento de doenças atualmente controladas atualmente. Graças ao surgimento de microrganismos resistentes a antibióticos em doenças como a tuberculose. Além disso, as febres hemorrágicas virais, como a doença pelo vírus Ebola, febre hemorrágica boliviana, vírus Marburg, febre Rift Valley e vírus da febre Lassa, são altamente contagiosas. Se não contidos, esses vírus podem facilmente causar pandemias e danos generalizados.

Outros organismos preocupantes são o coronavírus, o vírus influenza e o vírus zika. O risco de tais organismos serem usados ​​como guerra biológica continua sendo uma preocupação global.

O que é uma pandemia?

A definição de pandemia da Organização Mundial da Saúde é “a disseminação mundial de uma nova doença”. A nova doença deve ser infecciosa e contagiosa.

Gostou? Compartilhe com seus Amigos...