O que é um Fotoheterotrófico?

3 meses ago
126 Views
O que é um Fotoheterotrófico?

Um fotoheterotrófico é um organismo que utiliza a luz como energia e não pode usar o dióxido de carbono como sua única fonte de carbono. A palavra fotoheterotrófico deriva seu significado das três palavras “foto”, “hetero” e “trof”, que significam luz, outro e nutrição, respectivamente. Os fotoheterotróficos usam principalmente a luz como fonte de energia e derivam seu carbono de compostos orgânicos. Eles não usam dióxido de carbono como fonte de carbono. Alguns dos organismos foto-heterotróficos incluem heliobactérias, bactérias roxas sem enxofre e bactérias verdes sem enxofre. Acredita-se que o zangão oriental, assim como alguns insetos sugadores de seiva, sejam foto-heterotróficos, suplementando seu suprimento de energia com luz.

Loading...

Qual é o processo de metabolismo em foto-heterotróficos?

Os foto-heterotróficos geram trifosfato de adenosina (ATP) usando a luz de duas maneiras. O primeiro método envolve o uso de uma bacteriorodopsina, que é um mecanismo à base de clorofila. Durante o processo, a luz ativa as moléculas e resulta no movimento dos elétrons através da cadeia de transporte de elétrons (ETS). Os elétrons fluem através das proteínas, levando ao bombeamento de íons hidrogênio através de uma membrana. Eles fluem em uma via cíclica do centro de reação, através do ETS, e de volta ao centro de reação. Exemplos de organismos que produzem energia usando esse método são heliobactérias e bactérias roxas sem enxofre.

O segundo método é o uso de bombas de prótons à base de rodopsina roxa. Essas bombas são proteínas integrais da membrana que podem mover proteínas através de uma membrana biológica. Eles suplementam o suprimento de energia dos heterotróficos. Uma bomba consiste em uma proteína e, em alguns casos, pigmentos acessórios, como os carotenóides. É normalmente conectado a um derivado da vitamina A conhecido como retina. O processo de metabolismo começa com a absorção da luz pela molécula da retina. Posteriormente, a molécula da retina isomeriza e faz com que a proteína mude de forma. A proteína bombeia um próton através da membrana, onde se combina com o íon hidrogênio para formar ATP. O íon hidrogênio também é importante no transporte de solutos e no acionamento de um motor flagelar.

Uma flavobactéria não é suficiente para reduzir o dióxido de carbono usando a luz solar. Em vez disso, utiliza energia de seu sistema de rodopsina para convertê-la através do processo de fixação anaplerótica. A flavobactéria é um exemplo de um heterotrófico. A fixação anaplerótica é útil quando há escassos compostos de carbono reduzido, mas a energia na forma de luz solar é abundante.

As diferenças entre autotróficos, fototróficos, quimio-heterotróficos e foto-heterotróficos

Para sobreviver, todos os organismos vivos requerem carbono e energia. As diferenças entre os diferentes organismos vêm da maneira em que eles obtêm esses componentes fundamentais, como abaixo.

Os autótrofos usam a energia luminosa e química do ambiente para produzir seus alimentos. A maioria deles são produtores. Os fototróficos, por outro lado, utilizam a luz do sol como energia. Os heterotróficos são organismos que derivam seu carbono de outros organismos. Pelo contrário, os quimio-heterotróficos obtêm sua energia através da oxidação de compostos orgânicos pré-gerados, alimentando-se de outros organismos, vivos ou mortos. Finalmente, os fotoheterotróficos dependem da luz para energia e consomem carbono de compostos orgânicos.

Últimos posts por Gilvan Alves (exibir todos)
Gostou? Compartilhe com seus Amigos...
<
Loading...
Comments

Deixe seu Comentário