Estamos todos nos tornando narcisistas?

3 meses ago
155 Views
Estamos todos nos tornando narcisistas?

Sim, pode-se dizer que os seres humanos estão se tornando mais narcisistas, até certo ponto, devido à crescente influência das mídias sociais em nossas vidas. Várias ferramentas nas mídias sociais alimentam diretamente o narcisismo.

Loading...

Em um mundo cada vez mais dominado por sites de redes sociais, é bastante incomum encontrar alguém sem presença nas mídias sociais. Facebook, Instagram, Snapchat, Twitter e agora até Tik Tok tomaram conta de nossas vidas. De uma criança de dois anos a um idoso que quer aprender o básico da tecnologia, a demografia das redes de mídia social se expandiu para todos os estágios da vida humana.

Manter-se atualizado com novas fotos de perfil, mantendo as pegadas do Snapchat, em vez de relacionamentos reais, carregando o que você está comendo no Instagram em vez de saborear o momento em si … nossas vidas sociais foram completamente transformadas em apenas uma década.

Juntamente com todos os seus prós e contras, os benefícios e desgraças das redes sociais também estão mudando nossas personalidades.

Casal milenar sentado em um café usando seus telefones inteligentes (Jesus Sanz) s

A mídia social está afetando nossas vidas sociais, mas isso não é tudo o que está afetando. (Crédito da foto: Jesus Sanz / Shutterstock)

Seja honesto consigo mesmo … você fez upload de fotos sem filtros ou tirou férias sem divulgá-las publicamente no Facebook?

As mídias sociais estão nos inclinando para o narcisismo. Longe vão os dias em que apenas atores e modelos estavam obcecados com sua aparência … o narcisismo se tornou uma epidemia global, tanto que as pessoas que não são ativas nas mídias sociais são consideradas anormais!

Ao falar sobre narcisismo, é importante lembrar que estamos discutindo o narcisismo como um traço de personalidade, e não o NPD (Narcissistic Personality Disorder), que requer assistência clínica.

O que é narcisismo?

Essa palavra foi emprestada de um mito grego, no qual um jovem chamado Narciso era obcecado por sua aparência externa e passava a maior parte do tempo olhando seu próprio reflexo em uma piscina.

Narciso se olhando (delcarmat) s

Narciso admirando sua reflexão (Crédito da foto: delcarmat / Shutterstock)

As pessoas que pontuam na extremidade superior do traço de personalidade do narcisismo têm características de auto-importância, singularidade percebida, grandiosidade intra-pessoal, comportamento explorador, direito interpessoal e grande necessidade de atenção.

MIM; MIM; MIM

Os narcisistas têm uma grande necessidade de atenção.

Os narcisistas têm uma grande necessidade de validação, por isso são frequentemente considerados exibições.

Quando analisamos as mídias sociais, todas as ferramentas usadas em um site de redes sociais alimentam a necessidade de validação e aprovação de um narcisista. Aqui, as mídias sociais criam um ciclo vicioso , no qual os narcisistas já existentes recebem sua dose diária de validação carregando fotos, enquanto as próprias mídias sociais ajudam as pessoas a desenvolver e manter traços de narcisismo.

Quais aspectos das mídias sociais alimentam o narcisismo?

Como o narcisismo exige validação constante, a mídia social serve como uma droga para muitas pessoas. Do upload constante de fotos e da ‘obsessão do selfie’ à contagem nervosa do número de curtidas em suas fotos e seguidores, são ferramentas de sites de mídia social que fazem com que os narcisistas se sintam melhor consigo mesmos. O narcisismo é especialmente eminente nos adolescentes. Um estudo realizado pela Universidade Estadual de San Diego em 16.000 estudantes universitários constatou que 30% eram narcisistas em testes psicológicos.

Fotos e selfies

Garota em pose de ioga, tirando uma selfie fora na natureza (Nicoleta Ionescu) s

A loucura do selfie (Crédito da foto: Nicoleta Ionescu / Shutterstock)

Considere o Instagram, que foi iniciado apenas com o objetivo de enviar fotos. Então o Snapchat entrou em cena e as selfies se tornaram uma tendência popular.

Os selfies ajudam os narcisistas a auto-afirmarem sua própria aparência externa. De fato, as selfies tornaram-se tão importantes que a maioria dos telefones agora vem com câmeras frontais de alta resolução. A popularidade das selfies cresceu tanto, de fato, que a palavra foi nomeada ‘Palavra do Ano’ em 2013 pelo Oxford Dictionary.

Filtros

O Instagram possui vários filtros com diferentes efeitos de iluminação e cor que melhoram consideravelmente a imagem original, o que ajuda a criar uma auto-imagem inflada. Antes das mídias sociais, tirávamos fotos sem medo com a nossa cara natural, porque essa era a única opção, mas muitas pessoas perderam a confiança de postar sem aprimorar sua imagem original com um filtro. Esses filtros realmente fazem você gostar um pouco menos da imagem original, certo? O Snapchat e o Instagram também criaram várias coroas, halos e filtros animados que podem ocultar qualquer irregularidade na estrutura ou aparência da face.

Número de curtidas, seguidores e amigos

Como o narcisismo se alimenta de validação externa, ele não se conecta apenas à aparência física, mas também à quantidade de influência que uma pessoa exerce em seu círculo. Essa influência pode ser quantificada pelo número de curtidas, seguidores e amigos no Facebook. Vários estudos realizados sobre narcisismo e Facebook mostram que os narcisistas têm mais amigos no Facebook, publicam mais atualizações de status e se identificam com mais frequência nas fotos ( Fonte ).

Os narcisistas aproveitam essas ferramentas de mídia social para mostrar ao mundo que eles têm mais alcance social, fazendo o maior número possível de amigos. Quanto maior o número, maior o ‘chute’ ou a validação recebida pelos indivíduos narcisistas.

Como a mídia social manipula emoções?

Quando visitamos qualquer site de mídia social, não apenas testemunhamos as atividades e pensamentos de muitas pessoas, mas também experimentamos uma ampla gama de emoções.

Quando vemos mensagens felizes de outras pessoas, como fotos de casamentos e férias, é difícil não sentir inveja. As pessoas também experimentam flutuações emocionais enquanto visitam qualquer site de rede social, fato que pode ser mapeado pela eletromiografia facial. Como os narcisistas têm uma auto-imagem frágil, eles experimentam flutuações mais elevadas em seu estado emocional. Quando comparados a pessoas que não são narcisistas, os narcisistas se sentem mais felizes e mais satisfeitos com reforços positivos, como gostos e seguidores, e se sentem mais ansiosos e até agitados com resultados menos favoráveis ​​nas mídias sociais, como receber menos curtidas em uma foto.

No entanto, todas as pessoas experimentam essas emoções? Não! As pessoas que pontuam mais alto em agradabilidade, extroversão, menos neuroticismo e consciência experimentam efeitos mais positivos e menos negativos ao visitar sites de mídia social. O narcisismo também promove mais cirurgias plásticas, uma atitude materialista e crimes que buscam atenção, como espancar ou trollar alguém online.

Direito relativo! Quem sabia que o upload de fotos e a troca de filtros estão influenciando nossa mente de maneiras que nunca podemos entender. Tudo se resume ao equilíbrio. Tente limitar seu investimento de tempo em sites de mídia social e veja se você sente alguma diferença no seu estado de espírito.

Referências:

  1. Institutos Nacionais de Saúde (NIH)
  2. ResearchGate
  3. The Sydney Morning Herald
Últimos posts por Gilvan Alves (exibir todos)
Gostou? Compartilhe com seus Amigos...
<
Loading...
Comments

Deixe seu Comentário