Estas são as conversas mais importantes que você deve ter com seu parceiro

3 meses ago
133 Views
Estas são as conversas mais importantes que você deve ter com seu parceiro
Do dinheiro ao planejamento familiar, esses quatro tópicos de conversa são a chave para entender melhor seu parceiro e formar um relacionamento satisfatório.

À medida que o seu relacionamento evolui de mudar-se para amarrar o nó, é normal que certas conversas sobre o futuro surjam. Seja para discutir sexo, status de relacionamento, finanças ou ter filhos, é importante ter diálogos e check-ins abertos e honestos. Essas conversas diferentes acontecem em diferentes estágios do relacionamento, mas cada conversa contribui para ajudar duas pessoas a realizarem suas expectativas umas das outras, diz Jason Wheeler, PhD, psicólogo clínico de Nova York. “Às vezes escolhemos pessoas que esperamos que nos dêem algo que nunca tivemos”, diz Wheeler.

Loading...
É por isso que é importante definir o que você deseja nessas conversas e determinar se vocês dois estão na mesma página. Aqui, Wheeler e Margaret Rombone, PhD, professora de psicologia da Universidade de Nova York e psicóloga clínica, explicam as conversas mais importantes que podem surgir durante o período de seus relacionamentos e por que elas são importantes.

Sexo

A comunicação aberta fora do quarto – falando sobre o tipo de intimidade que você gosta e não gosta – pode ajudar a melhorar o que acontece no quarto. Além de discutir o que te excita, Wheeler também sugere discutir sua história sexual, como se algum de vocês teve ou teve alguma doença sexualmente transmissível e os tipos de controle de natalidade que você usou e deseja usar. “Lembre-se de que as vidas sexuais mudam à medida que os casais entram em diferentes estágios da vida, como viver juntos, tornar-se pais e alcançar a menopausa, e isso deve ser uma parte contínua da negociação do seu relacionamento”, explica Wheeler.

Dinheiro

“Falar sobre e concordar com as porcas e os parafusos das finanças e como as finanças serão tratadas também é muito importante para muitos casais”, diz Rombone. Algumas coisas a serem discutidas nesse campo incluem quem paga por quê e por que, quais ativos são listados com o nome do parceiro, se você tem uma conta conjunta e a transparência geral de seus gastos.

Os casais tendem a abrir uma conta conjunta porque as contribuições e, portanto, os investimentos serão maiores do que uma pessoa que coloca dinheiro em uma conta individual. Ainda assim, não há nada errado em manter sua própria conta separada e discutir o motivo pelo qual você deseja fazer isso. A simples definição de quem gastará dinheiro e o que será gasto diariamente pode fortalecer seu vínculo como casal.

Crianças

Quantos você deseja, se houver? “O desacordo sobre esse tópico pode ser um fator de ruptura para muitas pessoas”, diz Rombone. “Este tópico e toda a variabilidade dentro dele precisam ser negociados”. É importante discutir toda a logística do planejamento familiar antes de se aprofundar no casamento. Segundo Wheeler, discutir seus planos de ter ou não ter filhos deve ser discutido muito antes da lua de mel.

Ao pensar em filhos, considere não apenas quantos você deseja ter (se houver), mas também se você ou seu parceiro deseja adotar. Também é importante considerar quem cuidará das crianças se você e seu parceiro não quiserem desistir de empregos em período integral. Você terá os meios para contratar uma babá? Um membro da família está disposto e capaz de ajudar? A vida com as crianças pode ser complicada, por isso é necessário discutir e planejar profundamente um relacionamento bem-sucedido.

Família grande

“Como e quando você passa o tempo com as duas famílias é muitas vezes uma fonte de contenção e ressentimento em casais que não descobriram como negociar sobre essas coisas”, diz Wheeler. Quando se trata de lidar com sogros, você e seu parceiro deve sentar-se e discutir quais férias ou reuniões familiares significam mais para você. Provavelmente haverá alguma sobreposição, como nas férias de inverno, por isso é essencial fazer concessões. Embora possa ser difícil imaginar passar umas férias importantes longe do seu própria família, fazer o seu parceiro constantemente se curvar às suas necessidades pode resultar em ressentimento. “Negociar sobre decisões tão surpreendentemente emocionais é essencial”, diz Wheeler.

Em suma, é importante abordar cada um desses tópicos, por mais desconfortáveis ​​que as discussões a seguir possam fazer você se sentir. À medida que seu relacionamento continua evoluindo, aprender sobre como alguém vê dinheiro, filhos, tempo para a família e muito mais é tão importante quanto ter uma data memorável. No final, as conversas mais difíceis são as que testam e constroem a confiança.

“Essas conversas também podem despertar estresse e desacordo, é claro”, diz Rombone. “[Isso é perfeitamente natural. Dito isso, embora não me lembre de ouvir falar sobre isso era tão estressante que eu gostaria que nunca descobríssemos isso , eu não posso contar o número de vezes em minha carreira que ouvi. Se ao menos tivéssemos descoberto isso antes “.

Últimos posts por Gilvan Alves (exibir todos)
Gostou? Compartilhe com seus Amigos...
<
Loading...
Comments

Deixe seu Comentário