O Que Aconteceria Se Perdêssemos A Floresta Amazônica?

1 semana ago
58 Views
O Que Aconteceria Se Perdêssemos A Floresta Amazônica?

A perda da floresta amazônica teria consequências catastróficas para toda a vida na Terra. A floresta amazônica, um maciço trecho de floresta densa que cobre partes de vários países da América do Sul , abriga a maior biodiversidade da Terra. Ele suporta a vida de milhões de sul-americanos que dependem dos produtos florestais direta ou indiretamente para sua subsistência. As economias de muitos países da Amazônia são impulsionadas pela floresta tropical. O Brasil compartilha cerca de 60% dessa floresta e o restante é dividido entre Bolívia, Colômbia, Peru, Equador, Guiana Francesa, Guiana e Venezuela.

Nas últimas décadas, tem havido preocupações crescentes com a saúde da floresta amazônica. Os ambientalistas afirmam que o desmatamento desenfreado na região está diminuindo a cobertura florestal em um ritmo acelerado. Eles alertam que os efeitos dos danos à floresta amazônica seriam severos e generalizados. Então, quais são esses efeitos? O que acontecerá se a floresta amazônica deixar de existir?

As mudanças climáticas acelerariam

A floresta amazônica é frequentemente apelidada de “pulmões da Terra”. Os milhões de árvores que crescem aqui absorvem grandes quantidades de dióxido de carbono, um importante gás de efeito estufa cujas concentrações crescentes contribuem para o aquecimento global. Com o desmatamento na Amazônia, a capacidade da floresta de agir como um sumidouro de carbono diminuirá, aumentando as concentrações de dióxido de carbono no meio ambiente. Assim, as mudanças climáticas ocorreriam a um ritmo mais rápido e os efeitos adversos dessas mudanças seriam sentidos globalmente.

Incêndios mais intensos tragam vida nos países amazônicos

A maior cidade do Brasil, São Paulo, experimentou mais de uma hora de escuridão durante o diaem agosto de 2019, quando a fumaça de incêndios na Amazônia, a 2.700 km de distância, foi levada à cidade com a ajuda de ventos fortes. Prevê-se que tais incidentes aumentem no futuro devido a incêndios maiores e mais numerosos, causados ​​pelo desmatamento. À medida que mais terras serão limpas para dar lugar às atividades humanas, os restolhos de árvores e outra vegetação nas áreas limpas servirão como combustível para incêndios florestais. Tais incêndios crescerão para infernos imparáveis ​​e engolirão grandes partes da floresta tropical primitiva. A fumaça e outras partículas resultantes de tais incêndios poluirão o ar, a água e o solo por grandes distâncias, criando um desastre ambiental de proporções épicas. Os gases de efeito estufa liberados por esses incêndios também intensificarão as mudanças climáticas, levando a condições climáticas extremas.

Inundações catastróficas seriam mais frequentes

Os dados mostram que inundações extremas na bacia amazônica se tornaram mais frequentes nas últimas duas a três décadas. Na primeira metade do século XX, inundações severas definidas por níveis de água superiores a 29 m ocorreram aproximadamente a cada 20 anos. Agora, essas inundações ocorrem a cada quatro anos. Segundo os cientistas, o aumento no número e na gravidade das inundações está ligado à circulação de Walker, fenômenos meteorológicos influenciados pelo oceano causados ​​pelas mudanças climáticas. Embora a precipitação geral possa diminuir, eventos esporádicos de precipitação excessiva podem aumentar. A ausência da floresta tropical significaria que há menos cobertura de árvores para absorver o excesso de água. Inundações catastróficas seriam então inevitáveis.

Padrões imprevisíveis de chuvas e secas

Os cientistas mostraram que as florestas tropicais influenciam o clima local e global de maneira importante. A maior floresta tropical, a Amazônia, faz isso mais do que qualquer outro ecossistema do mundo. As plantas liberam vapor de água na atmosfera através da evapotranspiração. Esta água contribui significativamente para a precipitação. O desmatamento reduzirá, assim, as chuvas e provocará secas. Este último, por sua vez, levará a incêndios e mais desmatamento. Um ciclo vicioso se formaria que finalmente prejudicaria todas as formas de vida na região, incluindo os humanos.

A pobreza dominará os países amazônicos

Milhões de pessoas dependem da floresta amazônica para sua fonte diária de renda. Com as florestas desaparecidas, seus meios de subsistência também serão perdidos. A floresta regula os padrões de chuva da bacia amazônica necessários para o cultivo. Inúmeros produtos da floresta tropical são a fonte de alimentos, lenha, matérias-primas para artesanato, remédios etc. As comunidades indígenas, incluindo muitas tribos primitivas, são completamente dependentes da floresta tropical. A floresta amazônica também é uma das maiores atrações para os turistas que visitam os países amazônicos. A perda dessas florestas se traduziria em um grande revés econômico para esses países, que levaria seu povo à extrema pobreza.

Perda de esperança para curas de doenças humanas

A natureza guarda muitos segredos que ainda não foram descobertos pelos seres humanos. A floresta amazônica possui vastas extensões de floresta primitiva que ainda precisam ser tocadas pelos seres humanos. Dada a incrível biodiversidade da região, não seria surpreendente se a cura para muitas doenças humanas letais permanecesse escondida em suas profundezas escuras. Por milênios, os humanos usaram venenos e toxinas, extratos de plantas e microbiota encontrada nas florestas para desenvolver curas para várias doenças. Por exemplo, as árvores cinchona nativas das encostas dos Andes na Amazônia têm sido usadas para desenvolver o medicamento anti-malária quinino . As esperanças de desenvolvimento futuro desses medicamentos, incluindo curas para o câncer, serão perdidas se a floresta amazônica perder sua biodiversidade.

As espécies serão perdidas para sempre

A Amazônia abriga a maior biodiversidade do planeta Terra . Uma média de uma nova espécie é descoberta aqui todos os dias. Com a destruição da Amazônia, a Terra perderá essa incrível biodiversidade. Muitas espécies desaparecem antes mesmo de conhecê-las. Alguns deles podem guardar segredos para curas milagrosas. Como todas as espécies de um ecossistema dependem da outra através da cadeia alimentar, a perda de uma espécie levará à morte das outras. Os seres humanos que também são dependentes dessas espécies, direta e indiretamente, sofrerão as conseqüências desastrosas da perda de biodiversidade.

Gilvan Alves

22 Anos de idade, Técnico em Rede de Computadores, Sempre em busca de aprender algo novo todos os Dias!

Últimos posts por Gilvan Alves (exibir todos)

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *