Países com mais Acidentes de Carro

1 mês ago
111 Views
Países com mais Acidentes de Carro

Os acidentes com veículos automotores são uma das principais causas de morte no mundo, com taxas mais altas nos países em desenvolvimento.

Cerca de 3.000 acidentes de carro ocorrem todos os dias em todo o mundo. O álcool e outras drogas são considerados uma causa contribuinte em até 22% dos acidentes de veículos nas rodovias e estradas do mundo. As mortes relacionadas a automóveis classificam-se como a 11ª causa mais comum de morte em muitos lugares, principalmente nos países em desenvolvimento, com jovens nas faixas etárias de 5 a 24 anos que apresentam os maiores riscos. A uma taxa de 73,4 mortes por 100.000 pessoas, a  Líbia  tem de longe a maior incidência de acidentes de carro em qualquer lugar do mundo. A Líbia sofre o maior número de acidentes de carro no mundo, com 73,4 acidentes de carro por 100.000 habitantes. 

O transporte público oferece pouca segurança em muitos lugares

Qual país tem mais acidentes de carro?

A Líbia sofre o maior número de acidentes de carro no mundo, com 73,4 acidentes de carro por 100.000 habitantes.

Os países de baixa e média renda possuem menos da metade dos veículos do mundo. No entanto, contribuem para mais de 90% do número total de mortes no trânsito. Suas redes de estradas mal mantidas e a falta de recursos para fazer cumprir as leis de segurança rodoviária e assistência médica são os principais fatores. Por outro lado, os países com as menores taxas de mortes por acidentes de trânsito são principalmente os países de alta renda que possuem os recursos necessários para manter suas estradas em alto padrão e aplicar leis mais rígidas de uso de estradas. Nesses países, os sistemas de transporte público são aplaudidos por seus registros de segurança. No entanto, em alguns países de baixa renda, acredita-se que os veículos de transporte público estejam entre as principais causas de mortes de veículos. Na Nigéria e no Quênia, por exemplo, os fornecedores de transporte público são conhecidos por encher suas cabines muito além das capacidades seguras, excedendo os limites de velocidade ao longo de suas rotas. Eles geralmente demonstram desprezo pelas regras da estrada, usando veículos que estão longe de serem adequados para estar na estrada.

Carros de baixo preço, riscos de alto preço

A maioria dos veículos vendidos em países de baixa e média renda não consegue atender aos padrões básicos de segurança viária que se aproximam das normas globais. Os regulamentos nesses países que definem o que torna um veículo em condições de rodar são frouxos, tornando-os locais de despejo ideais para veículos antigos. A partir daí, os habitantes locais costumam tirar proveito dos baixos custos associados à importação de veículos antigos que mal correm e representam riscos à saúde pública para uso pessoal. Reduzir o número de usuários de carros nesses países ajudaria bastante a reduzir as mortes per capita por acidentes de viação. Isso será difícil, considerando que apenas 33% dos países ao redor do mundo têm políticas ativas que incentivam as pessoas a andar ou andar de bicicleta como alternativa à direção, e recursos limitados dificultam a aprovação e a implementação de políticas próprias. 

Perigos para pedestres e ciclistas

Metade das pessoas mortas em acidentes de trânsito são pedestres, ciclistas ou operadores de veículos de duas rodas. Eles são chamados de “usuários vulneráveis ​​da estrada”. Nas Américas, a proporção de mortes de motocicletas aumentou de 20% para 20%, entre 2010 e 2013, e no Sudeste Asiático e nas regiões do Pacífico, a proporção é de 33%. Os usuários vulneráveis ​​das estradas correm um risco especial nos países em que suas necessidades não são levadas em consideração durante as fases de projeto dos projetos de construção de estradas. Os “cruzamentos de zebra” são poucos e distantes entre locais onde usuários vulneráveis ​​não são considerados, e as ciclovias são quase inexistentes. O problema é agravado pelo fato de os governos tomarem pouca iniciativa quando se trata de reduzir o congestionamento de automóveis em suas estradas. 

A necessidade de esforços globalizados

Em uma conferência realizada em Brasília, autoridades dos departamentos de transporte e saúde dos governos de vários países se reuniram para discutir questões globais de segurança rodoviária e a necessidade premente de tomar medidas para alcançar as metas de segurança rodoviária descritas na Agenda 2030 para a Sustentabilidade. Desenvolvimento. Lá, eles discutiram a aprovação de novas leis para coibir o alto número de mortes em acidentes de viação com base em práticas que envolvem o uso de cinto de segurança, restrições de velocidade, capacetes de motocicleta e sistemas de retenção para crianças. Isso não será suficiente, no entanto, se os países não cumprirem suas promessas e cumprirem seus mandatos. As melhorias nos sistemas de transporte público farão um longo caminho para torná-lo mais seguro para pedestres, ciclistas e motoristas que compartilham as estradas do nosso planeta. Os países em desenvolvimento não merecem toda a culpa, como mesmo nos países desenvolvidos, muitos motoristas não conseguem perceber que a estrada é para todos os usuários, não apenas para as pessoas que dirigem carros. Muitos consideram as leis de trânsito mais um incômodo do que regras rígidas para se viver e dirigir.

Países com a maior taxa de mortalidade no trânsito

  • Exibir informações como:

 

  • Lista

 

  • Gráfico
Classificação País Mortes por Acidentes de Carro (por 100.000 habitantes)
1 Líbia 73,4
2 Tailândia 36,2
3 Malawi 35,0
4 Libéria 33,7
5 República Democrática do Congo 33,2
6 Tanzânia 32,9
7 República Centro-Africana 32,4
8 Eu corri 32.1
9 Ruanda 32.1
10 Moçambique 31,6
11 São Tomé e Príncipe 31,1
12 Ir 31,1
13 Burkina Faso 30,0
14 Gâmbia 29,4
15 República Dominicana 29,3
16 Quênia 29,1
17 Madagáscar 28,4
18 Lesoto 28,2
19 Zimbábue 28,2
20 Benin 27,7
21 Camarões 27,6
22 Guiné-Bissau 27,5
23 Arábia Saudita 27,4
24 Uganda 27,4
25 Guiné 27,3

 

Gilvan Alves

22 Anos de idade, Técnico em Rede de Computadores, Sempre em busca de aprender algo novo todos os Dias!

Últimos posts por Gilvan Alves (exibir todos)

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *