As 10 Principais Nações Produtoras De Cerveja

2 semanas ago
98 Views
As 10 Principais Nações Produtoras De Cerveja

A lista dos principais países produtores de cerveja. Os países que produzem mais cerveja por ano, em quilolitrosUma bebida gelada em um dia quente, uma cerveja forte em uma noite de inverno ventosa, cerveja no almoço, cerveja no jantar, cerveja com amigos – não é de admirar que esta bebida versátil seja a bebida alcoólica mais consumida no mundo. Com uma história de milhares de anos em construção e um lugar estabelecido na cultura e na culinária em todo o mundo, significa muito esforço e cuidado na fabricação da bebida.

De acordo com o Relatório da Universidade Kirin Beer de 2013 , a produção vem crescendo constantemente nos últimos 29 anos, com o mundo gerando quase 193 milhões de quilolitros de coisas refrescantes apenas em 2013 – são 212 piscinas olímpicas cheias de cerveja todos os dias.

Se a cerveja é o seu refúgio, o seu lugar feliz, você deve dar uma olhada nesses países produtores de cerveja de primeira linha antes de planejar suas próximas férias.

10 – Espanha

A Espanha produziu 3,27 milhões de quilolitros de cerveja – ou seja, 1.308 piscinas olímpicas – em 2013. É uma quantidade muito maior do que nunca, como qualquer fornecedor de cerveja do país lhe dirá: sua popularidade entre os habitantes disparou. A cerveja artesanal, em particular, tornou-se mais comum, com Magister e Naturbier sendo apenas algumas das microcervejarias que criam cerveja artesanal de primeira qualidade na Espanha.

Apesar de ocupar o décimo lugar, devemos dar crédito onde é devido: a Espanha foi o primeiro país da Europa a produzir cerveja, cerca de 4400 anos atrás. Por um tempo extremamente longo, colocar cevada e lúpulo no país se mostrou extremamente difícil. Por esse motivo, a cerveja não se tornou muito popular na Espanha até o século XIX, quando um comércio europeu mais estável

9 – Polônia

A produção de cerveja na Polônia começou na Idade Média, mas, como muitas nações, demorou até o século XIX para que a demanda decolasse, gerando mais de 100 cervejarias. A produção de cerveja declinou severamente quando a Primeira Guerra Mundial começou e não viu melhorias até depois do fim da Segunda Guerra Mundial. Hoje, a cerveja polonesa é um comércio em expansão que é mundialmente conhecido; com Tyskie & Zywiec sendo duas das maiores marcas do país.

A Polônia gerou 3,956 milhões de quilolitros de cerveja em 2013. Isso é adequado, pois precisa produzir lotes, sendo o 5º país com maior consumo de cerveja do mundo, com 98,5 l consumidos anualmente per capita. Porteiro do Báltico, cerveja e bock são algumas das variedades favoritas do país da Europa Oriental.

8 – Reino Unido

Considerando que essa área fabrica cerveja desde 54 aC, não é de surpreender que o Reino Unido tenha inventado a maioria dos tipos de cerveja no mercado hoje, incluindo cerveja forte, India pale ale, porter e brown ale. No entanto, ironicamente, o tipo de cerveja mais popular aqui é o pilsner – originário da República Tcheca .

Em 2013, o Reino Unido produziu 4.1956 milhões de quilolitros de cerveja ou o equivalente a mais de 11 bilhões de garrafas. Embora seja bem conhecido por sua cultura de pub, é o 23º no mundo em consumo de cerveja, o que significa que muitas de suas cervejas caseiras são enviadas para o exterior – mostradas no Reino Unido com a estatística do quinto maior exportador de cerveja do mundo. mundo.

7 – Japão

O Japão produziu 5,5321 milhões de quilolitros de cerveja em 2013. Isso inclui duas bebidas semelhantes a cerveja: Happo-shu, que é de baixo teor de malte, e um novo gênero, que é uma bebida não de malte. Essas duas variedades são muito populares porque são borbulhantes e tributam muito menos que a cerveja comum.

O Japão é mais novo no campo da produção de cerveja do que a maioria dos outros países da lista, pois só começou a fabricar cerveja depois que os holandeses chegaram no século XVI. A primeira cervejaria a abrir no Japão foi a Kirin Brewery, inaugurada em 1869. A Sapporo Brewery foi seguida pouco depois e hoje o Japão tem quatro grandes cervejarias e mais de 200 microcervejarias. Embora Kirin e Sapporo ainda estejam disponíveis até hoje, as habilidades do Japão estão em produzir, não consumir – o japonês ocupa o 43º lugar no ranking mundial de consumo de cerveja por habitante.

6 – México 

Quando se trata de “cerveza”, o México sabe o que está fazendo. Este país produziu 8,25 milhões de quilolitros de cerveja em 2013 – cerca de 8 vezes o volume do Empire State Building – no entanto, o México está contente em sua produção, é exatamente a quantidade que o país produziu em 2012.

Embora os povos indígenas do país fizessem bebidas fermentadas, após a conquista espanhola nos anos 1500 e 1600, o povo do México começou a fabricar cerveja em estilo europeu. A prática de fabricar cerveja realmente pegou na década de 1850 com imigrantes alemães recém-desembarcados. Hoje, apenas duas grandes empresas produzem cerveja no México: FEMSA e Grupo Modelo – e podem bombear: o México exporta 16,5% da cerveja do mundo, mais do que qualquer outro país.

5 – Rússia

Em 2013, a Rússia produziu 8.912 milhões de quilolitros de cerveja, ou o equivalente a cerca de 23 estádios ianques cheios até a borda. Esses números de produção são necessários, porque em termos de consumo, a cerveja perde apenas para a vodka em popularidade, com cada russo consumindo cerca de 74 litros por ano.

Existem mais de 100 cervejarias no país, sendo a maior a Carlsberg Group, uma empresa dinamarquesa que fabrica a cerveja favorita do país, o Báltico. Também existe uma vibrante comunidade de microcervejarias, com 250 cervejeiros independentes espalhados por toda a Rússia, com carregadores e pilsners sendo as variedades mais populares.

4 – Alemanha

A Alemanha começou a produzir a bebida na Idade Média, a cervejaria Weihenstephan na Abadia Beneditina sendo a primeira, com receitas que remontam a 1040 – a mais antiga do mundo. Atualmente, existem mais de 1300 cervejarias na Alemanha. Juntos, eles produzem mais de 5.000 marcas de cerveja, além de sediarem a Oktoberfest em Munique todo mês de setembro. E, como vimos, uma de suas maiores contribuições é ajudar a espalhar cerveja para todos os cantos do mundo.

3 – Brasil

Em 2013, este país gerou 13,46 milhões de quilolitros de cerveja, o que equivale ao volume do edifício mais volumoso do mundo, a Boeing Factory em Everett, Washington, cobrindo um tamanho de 100 acres, e o prédio onde 747 Jumbo Jets e 787 Dreamliners são produzidos. Também é 33 vezes mais cerveja do que o consumido durante o festival de carnaval brasileiro de quatro dias, realizado a cada primavera. Muita cerveja.

As primeiras cervejarias do Brasil apareceram no século XIX, na época em que os imigrantes alemães chegaram. Na década de 1880, a primeira cerveja brasileira, a Bohemia, foi fabricada, e até hoje continua sendo uma das marcas mais populares do país. Quanto à variedade, a marca mais popular no Brasil é a Pilsner.

2 – Estados Unidos

Os EUA produziram 22,43 milhões de quilolitros de cerveja em 2013. Os EUA são o sexto maior exportador de cerveja do mundo, com a tarefa de produção de cerveja compartilhada por mais de 3000 cervejarias nos Estados Unidos, variando em tamanho, desde as minúsculas microcervejarias locais de Vermont até a fabricação de cerveja. gigantes como Anheuser-Busch no Missouri. Marcas americanas: Coors Light, Budweiser e Bud Light estão entre as três principais marcas de vendas de cerveja do mundo.

Embora os nativos americanos fabricassem formas de cerveja com os ingredientes básicos que possuíam, a primeira cervejaria oficial nos Estados Unidos não abriu até os anos 1600, quando a Companhia das Índias Ocidentais holandesa se estabeleceu em Manhattan. Hoje, a cerveja representa cerca de 85% das bebidas alcoólicas consumidas nos EUA, com os estilos mais populares sendo IPA e Lager pálido. A alta demanda do país é uma razão suficientemente boa para produzir tanto do material frio.

1 – China

Uma razão melhor que 85% do mercado para fazer muita cerveja? 1,35 bilhão de consumidores. Com um volume de produção de 46,5438 milhões de quilolitros, a China é o maior produtor mundial de cerveja, há 12 anos. Produz mais que o dobro dos EUA e aumentou a produção em mais de 4,9% desde o ano passado. Um bom sinal desse aumento da demanda na superpotência asiática? As marcas chinesas foram as cervejas nº 6, nº 2 e nº 1 mais consumidas no mundo em 2013.

O sucesso da China na área de produção de cerveja pode ser devido ao seu início precoce, uma vez que as bebidas alcoólicas semelhantes a cerveja foram feitas neste país já em 7000 aC. No entanto, a China, como a maioria das nações, não começou a fabricar o tipo de cerveja que você reconheceria hoje até o século XIX. Atualmente, o estilo mais popular de cerveja aqui é a cerveja de arroz.

Gilvan Alves

22 Anos de idade, Técnico em Rede de Computadores, Sempre em busca de aprender algo novo todos os Dias!

Últimos posts por Gilvan Alves (exibir todos)

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *