Quais são os Principais Recursos Naturais da França?

1 semana ago
64 Views
Quais são os Principais Recursos Naturais da França?

Os recursos naturais da França são relativamente limitados em quantidade. A França está entre os estados mais poderosos do mundo, com uma economia que está em sexto lugar atrás do Reino Unido, Alemanha, Japão, China e Estados Unidos. O comércio e a agricultura alimentam grande parte de sua economia, com o país tendo vastas extensões de terra arável que apóia todos os tipos de atividades agrícolas, que vão desde a produção de alimentos até a produção de madeira.

No entanto, quando se trata de recursos naturais, a França surpreendentemente tem uma reserva limitada. Grande parte dos minerais naturais que eram abundantes em todo o país foram esgotados depois que eles foram fortemente explorados durante a revolução industrial que desempenhou um papel enorme em transformar a França em que é hoje. Alguns dos recursos naturais encontrados na França incluem o seguinte:

Carvão

O carvão foi um recurso essencial que desempenhou um papel significativo na onda da revolução industrial que varreu os países europeus, incluindo a França. Nos anos de 1800, a França tinha reservas colossais de carvão que, com o tempo, se esgotaram devido ao uso excessivo. A qualidade do minério era baixa e não poderia competir com o carvão de outras nações. Muito disso foi usado domesticamente. Como o mundo mudou e novas fontes de energia foram descobertas, a mineração de carvão na França reduziu drasticamente até que foi interrompida em 2004. Isso foi causado pela necessidade de conservar o meio ambiente, voltando-se para fontes de energia ambientalmente corretas. O atual presidente francês prometeu encerrar todas as atividades de mineração de carvão na França até o ano de 2021.

Gás natural

O gás natural foi descoberto pela primeira vez na região sudoeste da França, chamada Lacq, em 1957, onde se estimava que aproximadamente 8,8 trilhões de pés cúbicos de gás natural foram capturados no subsolo, prontos para a extração. A produção começou em 1958, mas diminuiu em 1978 após o esgotamento das reservas. No final do milênio, a produção de gás natural era insignificante e pequena demais para sustentar as necessidades do país, obrigando a França a recorrer às importações.

Urânio

Os depósitos de urânio estão localizados no Maciço Central, que ao mesmo tempo tinha reservas de minério de urânio estimadas em 50.000 toneladas. A França, no entanto, tem uma demanda muito alta de energia e os depósitos de urânio são incapazes de atender, de fato a mineração de urânio na França chegou ao fim em 2001, o que obrigou o país a recorrer à importação de urânio para cobrir mais da metade. o consumo anual de energia, sendo o Níger uma das suas principais fontes de urânio. Havia mais de 59 usinas nucleares ativas a partir de 2010, com todas elas contribuindo com cerca de 94,6% de toda a eletricidade primária usada em residências e fábricas em todo o país.

Energia Hidrelétrica

Por mais que a energia nuclear seja vital na França, a energia hidroelétrica é a mais importante fonte de energia renovável da França, respondendo por cerca de 19,7% da capacidade instalada na França; vem em segundo lugar para a energia nuclear. A França tem muitos rios que percorrem suas vastas paisagens criando cachoeiras apoiadas por reservatórios e represas que são aproveitadas para produzir eletricidade para as massas. A barragem de Eguzon, no centro da França, está entre as principais estações que produzem uma porcentagem substancial da produção total. A barragem recebe suas águas do rio Creuse e tem cerca de 61 metros de altura.

Energia eólica

Em 2015, a França era a 8ª maior nação de energia eólica do mundo, produzindo um total de 10,38 MW de eletricidade. A vasta área de terra na França e a natureza da paisagem deram à França um enorme potencial de maximização na produção de energia eólica, o que ajuda a reduzir a pressão sobre as energias nucleares e hidrelétricas. Estimativas de projeções futuras indicam que a França será capaz de produzir 26.000 MW até 2023.

Bauxita

A bauxita foi descoberta pela primeira vez na França em 1821 na região de Brignoles, no distrito de mineração de Foix. O estranho desta mina de bauxita em particular é que não aconteceu muito desde a descoberta, embora a área tenha passado por manutenção de rotina sem extração em grande escala da própria bauxita, deixando o depósito praticamente intacto. Isso tem sido atribuído à não viabilidade de uma operação de mineração maciça, já que os envolvidos consideram o depósito de bauxita pequeno demais para justificar qualquer empreendimento significativo de extração.

Minério de ferro

Lorena tem sido a principal fonte de minério de ferro na França, onde grandes depósitos do precioso recurso natural junto com o carvão foram responsáveis ​​pelo rápido crescimento populacional durante a revolução industrial. Por um tempo, Lorraine abrigou indústrias siderúrgicas que dependiam do minério de ferro, à medida que os depósitos se esgotavam com o tempo e quando a concorrência de outras nações ficava mais rígida, a maioria dessas indústrias fechava. O governo está atualmente tentando reviver Lorraine de volta à sua antiga glória com resultados mistos. Muitos dos residentes remanescentes recorreram à agricultura.

Energia Térmica e Solar

À medida que o mundo avança no sentido de reduzir a dependência da energia nuclear e do gás natural, outras fontes de energia ecologicamente corretas foram exploradas em todo o mundo. Em 2016, a França inaugurou sua primeira usina geotérmica em Marselha, com o objetivo de fornecer uma alternativa à energia eólica. A energia solar é outra área em que a França tem se envolvido ativamente, com uma produção total de cerca de 7.165 MW produzida somente em 2016. A localização estratégica da França permite que ele receba longas horas de sol direto, o que torna a energia solar uma opção viável.

Outros recursos

Há outros recursos naturais maiores e menores que a França depende do comércio e do dia a dia do país. Minerais como a Potassa são extraídos na Alsácia, enquanto o cloreto de sódio é extraído das minas da Lorena e de partes do Franche-Comte. O enxofre é também outro recurso encontrado em depósitos limitados de gás natural na Aquitânia. Quando se trata de petróleo natural, a França depende fortemente de importações, mas montou suas refinarias em todo o país. Os depósitos de petróleo natural na França são poucos e espalhados, com a maioria deles segurando muito pouco do precioso líquido para apoiar um projeto de extração em larga escala.

Loading...
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Cadastre-se Receba atualizações grátis via Email
Loading...

Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *