10 Países com Maior Produção de Soja

6 dias ago
85 Views
10 Países com Maior Produção de Soja

Líderes mundiais na produção de soja com base em dados anuais divulgados pela FAOSTAT, os EUA lideram o caminho, seguidos pelo Brasil.

A soja é cultivada em civilizações asiáticas há milhares de anos e é uma das culturas alimentares mais importantes do mundo atualmente. Essas leguminosas podem ser classificadas como leguminosas, oleaginosas, vegetais ou mesmo fontes de combustível, dependendo de como são usadas. A soja também é uma das poucas plantas que têm uma gama completa de aminoácidos em suas composições de proteínas a serem consideradas proteínas “completas”, a par com carnes, produtos lácteos e ovos. Produtos comercialmente importantes comumente feitos de soja incluem proteína em pó, proteína vegetal texturizada, óleo vegetal de soja, edamame, feijões secos, brotos, ração animal, farinha sem glúten, natto, tempeh, tofu, leite de soja, queijo de soja e coalhada e muito Mais. Embora originários da Ásia, 7 dos 10 maiores produtores hoje são encontrados no Novo Mundo. Os produtos de soja também mostraram ser benéficos na redução do risco de certas doenças, incluindo doenças cardíacas e certos tipos de câncer. Por outro lado, muitos indivíduos vivem com uma alergia a esta importante leguminosa.

10. Uruguai (3,2 milhões de toneladas)

As plantações de soja ocupam mais de 60% das terras agricultáveis ​​do Uruguai, e a produção anual de soja tem aumentado nos últimos anos. Durante a safra 2012-2013, o país produziu 2,76 milhões de toneladas de soja e, na safra 2013-2014, a produção subiu para 3,2 milhões, segundo o Ministério da Agricultura do país. As exportações de soja em 2013 renderam ao país US $ 1,89 bilhão, segundo dados do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). Aumentos na produção foram atribuídos à adoção de sementes de soja certificadas pelos agricultores, mais adequadas para crescer dentro do ambiente ecológico do país. Inicialmente, os agricultores uruguaios plantaram sementes que foram criadas para outras regiões, de acordo com os Estados Unidos. Departamento de Agricultura (USDA) Foreign Agricultural Service (FAS). Quase 100% das sementes utilizadas comercialmente hoje também são criadas com biotecnologia moderna, produzindo organismos geneticamente modificados (OGMs).

9. Bolívia (3,3 milhões de toneladas)

A soja é a cultura mais apreciada na Bolívia e é largamente produzida na região de Santa Cruz. De acordo com o USDA, representa 3% do Produto Interno Bruto do país e emprega 45.000 trabalhadores diretamente, gerando indiretamente mais 65.000 empregos. Existem cerca de 14.000 produtores de soja na Bolívia. Dependendo das práticas agronômicas aplicadas e das condições do solo e do clima, a produtividade por hectare pode variar entre 1,8 e 2,3 toneladas. Em 2014, segundo a FAOSTAT, o país produziu 3,2 milhões de toneladas de soja. Mas, em 2015, de acordo com o USDA, a produção de soja da Bolívia caiu para 3,1 milhões de toneladas. Isso se deveu a uma seca que afetou 12% dos 1 milhão de hectares da região de produção. Em 2013, a soja foi a exportação número 3 da Bolívia, faturando US $ 620 milhões ao país, segundo dados do MIT.

8. Ucrânia (3,9 milhões de toneladas)

A Ucrânia é o maior produtor de soja na Europa, ea 8 ª maior do mundo. Metade da soja produzida na Ucrânia é exportada. A produção anual tem crescido constantemente nos últimos anos. Durante a temporada 2014-2015, o país produziu 3,9 milhões de toneladas, um aumento em relação à safra 2013-2014, quando a produção foi de 2,774 milhões de toneladas métricas, de acordo com a Commodity Basis. As plantações de soja na Ucrânia também aumentaram nos últimos anos, devido a um aumento nas demandas de exportação para a semente oleaginosa. No ano 2000, a soja ucraniana foi cultivada em 65.000 hectares, mas em 2015 esse número chegou a cerca de 2,1 milhões de hectares, de acordo com o Congresso da Ucrânia da Soja.

7. Canadá (6,0 milhões de toneladas)

No Canadá, as exportações anuais de soja só acumulam mais de US $ 1 bilhão ao país, segundo a Agriculture and Agri-Food Canada . Nos últimos anos, a produção anual tem crescido constantemente. Em 2014, mais de 6 milhões de toneladas foram colhidas, o que representa um aumento de 12,9% em relação aos totais de 2013, de acordo com o Statistics Canada. No mesmo período, as terras para produção de soja aumentaram para 5,5 milhões de hectares. 70% da soja produzida no Canadá são cultivadas nas províncias de Quebec e Ontário, e quase dois terços delas são exportadas, cruas ou processadas, para o Japão, Holanda, Sudeste Asiático, EUA, Europa e Oriente Médio, coletivamente. , de acordo com a Soy Canada.

6. Paraguai (10,0 milhões de toneladas)

O Paraguai responde por 3% da produção mundial de soja, de acordo com um relatório de base de commodities de 2016. Nas últimas temporadas, a produção de soja aumentou à medida que mais terras são alocadas para seu cultivo no Paraguai. De acordo com o USDA, nas duas últimas décadas a terra dedicada ao cultivo de soja aumentou de forma constante a uma taxa média de 6% ao ano. Atualmente existem mais de 3,1 milhões de hectares de terras paraguaias onde a produção de soja é realizada. Os projetos do USDA que, nos próximos 5 a 10 anos, pousarem para a produção de soja, crescerão ainda mais para 4 milhões de hectares. A soja do Paraguai é exportada para a UE, Rússia , Egito , Turquia , México e Brasil, muitas vezes passando pela primeira vez.Uruguai e Argentina. Em 2013, de acordo com dados do MIT, a soja foi a principal exportação do país, arrecadando US $ 2,41 bilhões.

5. Índia (10,5 milhões de toneladas)

Índiaé o segundo maior produtor de soja da Ásia, e responde por 3,95% da produção global, de acordo com a Statista. Desde a temporada 2004-05 até a temporada 2012-13, houve uma taxa de crescimento anual composta de 9,6% para a produção de soja no país, de acordo com a Federação Indiana de Câmaras de Comércio e Indústria (FICCI). A produção anual das 3 safras até 2014-15 variou de 9,5 a 12,2 milhões de toneladas anuais. Na Índia, os estados de Maharashtra e Madhya Pradesh representam 89% da produção total do país, segundo a FICCI. A maior parte do restante é produzida em Rajasthan, Andhra Pradesh, Karnataka, Chhattisgarh e Gujarat. Em 2013, as exportações de farelo de soja somaram US $ 2,7 bilhões ao país. Para acompanhar o aumento da demanda,

4. China (12,2 milhões de toneladas)

Chinaé responsável por 4% da produção de soja no mundo, de acordo com a Commodity Basis. Grande parte da soja do país é cultivada no norte da província de Heilongjiang, perto da fronteira com a Rússia. De acordo com a Comissão de Agricultura da província, existem mais de 235 milhões de hectares usados ​​como terras de cultivo de soja na província. Ainda assim, a China tem que importar grandes quantidades de soja para atender a demanda doméstica. A China responde por 60% das importações mundiais de soja, segundo a Commodity Basis, tornando-se o maior importador de soja, seguido pelos membros coletivos da União Européia. Grande parte dos preços no mercado mundial da soja é ditada pela demanda chinesa. Nas últimas seis estações de plantio até 2014-15, a produção anual variou entre 12,2 e mais de 15,08 milhões de toneladas lá, de acordo com o USDA.

3. Argentina (53,4 milhões de toneladas)

A Argentina possui terras agrícolas de mais de 20,3 milhões de hectares dedicados ao cultivo de soja. Buenos Aires, Córdoba e Santa Fé são os estados onde a soja é cultivada em maior quantidade de acordo com a Bases de Commodities. O país responde por 18% da produção mundial de soja. Apesar de a Argentina exportar apenas 7% das exportações globais de soja crua, é o maior exportador de óleo e farelo de soja. Em 2013, o farelo de soja foi a maior commodity de exportação da Argentina, faturando US $ 10,7 bilhões ao país, segundo dados do MIT. Nas quatro safras de soja mais recentes na Argentina até 2014-15, a produção anual está na faixa de 40,1 a 56 milhões de toneladas, de acordo com o USDA.

2. Brasil (86,8 milhões de toneladas)

Como o segundo maior produtor de soja do mundo, o Brasilrepresenta 30% da produção global da safra. O país tem mais de 29 milhões de hectares de terras disponíveis e usadas para cultivar soja. Nas 4 safras mais recentes até 2014-15, a produção de soja tem crescido constantemente, segundo o USDA. As quantidades anuais de produção nesse intervalo de tempo variaram de 66,5 a 94,5 milhões de toneladas métricas. Em 2013, as exportações de soja renderam US $ 23 bilhões ao país, segundo dados do MIT. A soja cultivada no Brasil tem níveis mais elevados de proteínas do que as cultivadas em muitas outras partes do mundo, e assim, obtém preços mais altos nos mercados internacionais, de acordo com a Commodity Basis. O país também produz uma grande quantidade de soja não transgênica (não transgênica), que também é mais cara do que as geneticamente modificadas.

1. EUA (108,0 milhões de toneladas)

Nos EUA, a soja é a semente de óleo dominante e representa 90% da produção nacional de sementes oleaginosas, segundo o USDA. Essa é uma classe de commodities agrícolas que também inclui sementes de canola / colza, girassol e linho, pois todas são produzidas em óleos vegetais. Os EUA respondem por 34% da produção mundial de soja. Com 42% de participação de mercado, é também o maior exportador de soja crua de acordo com a Commodity Basis. Existem cerca de 34,4 milhões de hectares dedicados ao plantio de soja nos EUA. Kentucky, Minnesota, Ohio, Pensilvânia e Wisconsin são os estados com as maiores plantações de soja em tamanho médio. Enquanto isso, Illinois, Iowa, Indiana, Minnesota e Nebraska eram os estados que produziam os maiores rendimentos de soja. Ao contrário de outros países produtores de soja, os preços nos EUA são mais significativamente determinados pelo aumento da demanda de biodiesel, onde o óleo de soja é usado para abastecer os motores de combustão. A produção anual de soja nas três safras anteriores a 2014-15 variou entre 82,8 e 108 milhões de toneladas. O plantio de soja em grande parte dos EUA começa em maio ou início de junho, e a colheita começa no final de setembro a outubro.

Quem produz a maior parte da soja?

Os Estados Unidos produzem a maior parte da soja de qualquer país do mundo.

Loading...
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Cadastre-se Receba atualizações grátis via Email
Loading...

Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *