Viagens de Campo: Prós e Contras

As viagens de campo valem todo o tempo e esforço necessários para torná-las bem-sucedidas? A maioria dos professores se fez essa pergunta uma vez ou outra, geralmente quando se sentem sobrecarregados enquanto se preparam para uma viagem de campo. A verdade é que as viagens de campo em qualquer nível de ensino podem causar muitas dores de cabeça para os professores. Ao mesmo tempo, viagens de campo bem planejadas podem proporcionar aos alunos experiências verdadeiramente educacionais que eles não podem entrar nos limites da sala de aula. A seguir, veja os prós e contras de viagens de campo.

Benefícios de viagens de campo

Viagens de campo proporcionam aos alunos novas oportunidades de aprendizado através da experiência:

  • As informações são apresentadas aos alunos de maneira a atender diferentes modalidades de aprendizado. As viagens de campo proporcionam aos alunos a capacidade de aprender fazendo, em vez de apenas ouvir passivamente as informações que são ensinadas nas aulas.
  • Os alunos são expostos a novas experiências que, esperamos, ampliem seus horizontes. Isso pode ser especialmente útil para alunos de origens socioeconômicas mais baixas que talvez não tenham sido expostos a essas oportunidades antes.
  • Conceitos que já foram aprendidos em sala de aula podem ser reforçados. Às vezes, ver as informações sendo ensinadas de uma maneira nova pode fazer toda a diferença na compreensão do aluno. Há uma grande diferença entre ser ensinado sobre algo como furacões e velocidade do vento e experimentá-los em uma exposição em um museu de ciências.
  • Os alunos recebem pontos de referência compartilhados que os professores podem consultar e usar em aulas futuras. Pode haver uma oportunidade de ter duas ou mais disciplinas usando uma viagem de campo como uma atividade de enriquecimento. Por exemplo, uma viagem a um museu de arte (arte) juntamente com uma linha do tempo para estudos sociais (sistemas políticos em vigor quando a arte foi criada) ou uma combinação matemática (medidas) com ciência em um biossistema (rio, praia, prado). Dessa forma, vários professores podem consultar as coisas que os alunos viram e experimentaram pelo resto do ano letivo.
  • Alunos e professores podem se ver em uma luz diferente, ajudando a aumentar a comunicação entre eles. Alguns alunos que podem ser negligenciados nas aulas porque estão quietos podem realmente ganhar vida em viagens de campo.
  • Se os pais estão envolvidos como acompanhantes, eles podem se sentir mais ligados ao professor e às lições ensinadas. Eles podem conhecer melhor o professor e entender o que os professores lidam diariamente.
  • Novos padrões em estudos sociais e ciências exigem que os alunos tenham experiências relacionadas aos conceitos da disciplina. Nos estudos sociais, os alunos são obrigados a tomar medidas informadas. Na ciência, os alunos precisam estar expostos a uma série de conceitos para ajudá-los a entender melhor o mundo ao seu redor. Viagens de campo ajudam os professores a atingir esses objetivos.

Problemas para saber no planejamento de uma viagem de campo

Há uma série de preocupações e desafios que os professores enfrentam ao projetar viagens de campo que devem ser reconhecidas e abordadas antes de planejar uma viagem de campo.

  • As Viagens de Campo levam tempo se os professores quiserem tornar a viagem de campo significativa. Os professores têm que coordenar locais e transporte. Eles também precisam criar um plano de aula eficaz que eles seguirão quando estiverem na viagem de campo.
  • Os alunos estarão fora do prédio da escola para uma viagem de campo, o que significa que eles perderão outras classes. Se cada área temática central (ELA, ciências matemáticas, estudos sociais) oferecesse uma viagem de campo durante um ano letivo, os alunos ficariam fora do prédio por quatro dias. As políticas de frequência escolar podem contar como ausências justificadas, mas qualquer viagem de campo que tire os alunos da sala reduz o número de horas de aula.
  • As viagens de campo podem ser caras, e alguns alunos podem não ter fundos para participar. Os organizadores da viagem de campo podem considerar pedir aos pais que adicionem alguns dólares aos estudantes bolsistas. Pode ser necessário arrecadar fundos para que os estudantes arrecadem dinheiro para viagens mais caras.
  • Os professores têm que organizar a coleta de dinheiro e a designação de acompanhantes. Os professores precisam dedicar algum tempo à criação de grupos de alunos que funcionem para todos os alunos e garantir que os acompanhantes sejam designados de acordo.
  • Muitas vezes há uma burocracia com a qual os professores têm de lidar quando planejam viagens de campo, incluindo guias de permissão, informações médicas e procedimentos de emergência. Escolas normalmente exigem papelada de professores e seus alunos.
  • Os alunos serão colocados em um ambiente maior que a sala de aula. Novo entorno poderia levar a problemas adicionais de disciplina. Como o professor normalmente leva apenas um pequeno grupo, eles não podem manter o controle sobre o comportamento de cada aluno na viagem de campo. É muito importante que os professores apliquem regras estritamente e criem conseqüências efetivas para o mau comportamento durante as viagens de campo.
  • O destino da viagem de campo pode não corresponder às expectativas do professor. A localização pode não ser tão interessante quanto o professor pensou que seria. O tempo para completar a viagem de campo pode ser consideravelmente menor do que o esperado. Portanto, é uma boa ideia ter algum plano de contingência em mente apenas no caso.
  • Pode haver estudantes que, por uma razão ou outra, não comparecerão à viagem de campo. Os professores devem deixar aulas, geralmente aulas de aprimoramento, que espelham alguns dos conceitos que estão sendo experimentados na viagem de campo.

Comentários:

Uma das melhores maneiras de medir o sucesso de uma viagem de campo (além de devolver todos os alunos de volta à escola) é pedir feedback. Os professores podem postar uma pesquisa para os participantes e para outros acompanhantes para expressar como eles avaliariam a viagem. Os alunos devem ter a oportunidade de refletir sobre a viagem e escrever uma resposta em um diário ou ensaio. Exigir respostas do diário após a viagem pode solidificar as informações aprendidas conforme os alunos refletem sobre seus novos entendimentos. Pedir aos alunos que escrevam um agradecimento ao diretor da escola por permitir a viagem pode até facilitar o caminho para outras viagens de campo. 

Em suma, a maioria dos professores acha que os destinos de viagens de campo bem escolhidos valem muito os aborrecimentos associados às viagens de campo. A chave é tomar o tempo para planejar cada aspecto, tanto quanto possível. Os professores devem ser proativos ao pensar e planejar viagens de campo. Os alunos, por outro lado, podem lembrar a experiência da viagem de campo da escola como um destaque do ano letivo e o tempo que aprenderam mais do que qualquer coisa ensinada na aula.

Gilvan Alves: 23 Anos de idade, Técnico em Rede de Computadores, Sempre em busca de aprender algo novo todos os Dias!

Este site usa cookies.