Cinco pilares do islamismo

3 meses ago
119 Views

Os “cinco pilares do Islã” são deveres religiosos que fornecem uma estrutura para a vida de um muçulmano. Esses deveres são realizados regularmente e abrangem deveres para com Deus, para o crescimento espiritual pessoal, para cuidar dos pobres, da autodisciplina e do sacrifício.

Em árabe, os “arkan” (pilares) fornecem estrutura e mantêm algo constante no lugar. Eles fornecem suporte, e todos devem estar presentes para que a estrutura se equilibre de forma constante. Os artigos de fé fornecem uma base, respondendo à pergunta “em que os muçulmanos acreditam?” Os Cinco Pilares do Islã ajudam os muçulmanos a estruturar suas vidas em torno dessa fundação, respondendo à pergunta “como os muçulmanos afirmam sua fé na vida diária?” Detalhes

Os ensinamentos islâmicos sobre os Cinco Pilares do Islã são encontrados no Alcorão e no Hadith. No Alcorão, eles não são delineados em uma lista elegante, mas estão bastante dispersos por todo o Alcorão e enfatizados em importância através da repetição.

O Profeta Muhammad mencionou os cinco pilares do Islã em uma narração autêntica ( hadith ):

“O Islã foi construído sobre cinco [pilares]: testificando que não existe divindade além de Alá e que Maomé é o Mensageiro de Allah, realizando as orações, pagando o zakah, fazendo a peregrinação à Casa e jejuando no Ramadã” (Hadith Bukhari, muçulmano).

Shahaadah (Profissão de Fé)

O primeiro ato de adoração que todo muçulmano realiza é uma confirmação da fé, conhecida como shahaadah . A palavra shahaadah significa literalmente “dar testemunho”, então, ao professar a fé verbalmente, está-se dando testemunho da verdade da mensagem do Islã e de seus ensinamentos mais fundamentais. O shahaadah é repetido pelos muçulmanos várias vezes ao dia, tanto individualmente quanto na oração diária, e é uma frase freqüentemente escrita em caligrafia árabe .

As pessoas que querem se converter ao Islã simplesmente recitam o shahaadah em voz alta, preferencialmente na frente de duas testemunhas. Não há outro requisito ou cerimônia de pré-requisito para abraçar o Islã. Os muçulmanos também se esforçam para dizer ou ouvir essas palavras como as últimas, antes de morrerem.

Salaat (oração)

A oração diária é uma pedra de toque na vida de um muçulmano. No Islã, a oração é diretamente para Allah, diretamente, sem qualquer intermediário ou intercessor. Os muçulmanos tiram tempo cinco vezes por dia para direcionar seus corações para o culto. Os movimentos de oração – em pé, curvando-se, sentados e prostrados – representam humildade perante o Criador. Palavras de oração incluem palavras de louvor e gratidão a Allah, versos do Alcorão e súplicas pessoais.

Zakat (Almsgiving)

No Alcorão, dar caridade aos pobres é frequentemente mencionado de mãos dadas com a oração diária. É fundamental para a crença central de um muçulmano que tudo o que temos vem de Deus, e não é nosso para acumular ou cobiçar. Devemos nos sentir abençoados por tudo o que temos e devemos estar dispostos a compartilhar com os menos afortunados. Recomenda-se a caridade a qualquer momento, mas também há uma porcentagem definida para aqueles que alcançam um determinado patrimônio líquido mínimo.

Sawm (jejum)

Muitas comunidades observam o jejum como uma forma de purificar o coração, a mente e o corpo. No Islã, o jejum ajuda-nos a ter empatia com os menos afortunados, ajuda-nos a repriorizar nossas vidas e nos aproxima de Allah na fé fortalecida. Os muçulmanos podem jejuar ao longo do ano, mas todos os muçulmanos adultos de corpo e mente sadios devem jejuar durante o mês do Ramadã a cada ano. O jejum islâmico dura do amanhecer ao pôr do sol a cada dia, durante o qual nenhum alimento ou bebida de nenhum tipo é consumido. Os muçulmanos também passam o tempo em cultos adicionais, evitam falar mal e fofocar e compartilham amizade e caridade com os outros.

Hajj (peregrinação)

Ao contrário dos outros “pilares” do Islã, que são realizados diariamente ou anualmente, a peregrinação deve ser feita apenas uma vez na vida. Tal é o impacto da experiência e da dificuldade que isso acarreta. A peregrinação do Hajj ocorre durante um determinado mês todos os anos, dura vários dias e só é exigida dos muçulmanos que são física e financeiramente capazes de fazer a viagem. 

5.0
01
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Cadastre-se Receba atualizações grátis via Email

Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *