10 fatos mais interessantes do Weezer

5 meses ago
178 Views

Formado pela primeira vez em 1992 na área da Califórnia em Los Angeles, o Weezer alcançou um sucesso considerável. Isso os levou a vender quase 10 milhões de álbuns apenas nos EUA e quase 40 milhões no mundo. Frente ao herói do geek-rock, Rivers Cuomo, seu mix infeccioso de riffs pesados, refrões cativantes e letras inteligentes conquistaram muitos fãs.
Depois de assinar com a Geffen Records em 1993, seu primeiro álbum foi um sucesso e eles nunca olharam para trás desde então. Aqui estão os dez fatos mais agitados sobre essa incrível banda.

10 – Guitarrista pediu para sair da banda

Academia de Brixton

Academia de Brixton – Drew de F Fawkes [ CC BY 2.0 ], via Wikimedia Commons

Muitos fãs do Weezer podem não perceber isso, mas um cara chamado Jason Cropper costumava tocar guitarra na banda. Isso foi a partir do momento em que eles se reuniram pela primeira vez até o período em que o primeiro álbum foi gravado. O que é um pouco misterioso é que Cropper foi convidado a deixar o Weezer enquanto o álbum ‘Blue’ estava sendo colocado, mas ninguém dirá o porquê. Os membros restantes sempre permaneceram de boca fechada e Cropper assinou um acordo de não divulgação em troca de ser pago integralmente por trabalhar no álbum. Ainda mais interessante, todas as suas partes de guitarra foram apagadas do registro depois que ele saiu!

09 – Desafio de Escrever Canções

Osheaga

Osheaga – tkaravou de Montreal, Canadá [ CC BY 2.0 ], via Wikimedia Commons

Em dezembro de 1991, Cuomo se apresentou como um corajoso desafio para progredir em suas composições. Embora Weezer não tenha sido formado então, ele decidiu escrever 50 músicas o mais rápido que pudesse. Embora muitos nunca tenham visto a luz do dia desde então, muita coisa se tornou uma música do Weezer. Clássicos como ‘My Name is Jonas’, ‘Only in Dreams e’ The World Turned and Left Me Here ‘são produtos desta maratona de escrita de canções.

08 – Sharp Files Law-Suit

Weezer em 2015

Weezer em 2015 – Peter Dzubay [ CC BY-SA 3.0 ]

Não foi apenas Jason Cropper que provou ser um problemático ex-membro da banda para o resto do Weezer! Depois de sair em 2002, Matt Sharp entrou com uma ação contra a banda em relação aos créditos de composição de músicas para uma série de faixas que ele alegou que eram devidas a ele. O mais proeminente foi o primeiro hit single, ‘Come Undone – the Sweater Song’, que ele afirmou ter ajudado a escrever. A banda escolheu se estabelecer com a Sharp fora dos tribunais, então deve ter alguma verdade nisso.

07 – Música antiga sobre dois fãs devotados

Weezer2

Weezer2 – eyeliam de Portland, Estados Unidos [ CC BY 2.0 ], via Wikimedia Commons

Os grandes fãs do Weezer terão ouvido a faixa B-side ‘Mykel e Carli’ pelo menos algumas vezes. O que você pode não saber é que Cuomo escreveu sobre duas mulheres da vida real que eram fãs do Weezer. Na verdade, Mykel e Carli passaram a dirigir o fã-clube das bandas quando explodiram! Essa história tem um triste final, já que tanto Mykel quanto Carli morreram em um acidente de carro com sua irmã anos depois.

06 – ‘Meu nome é Jonas’ inspirado por livro

Out 2008

Out 2008 – Christeen [ CC BY 2.0 ], via Wikimedia Commons

É relatado que a música ‘My Name Is Jonas’ do álbum ‘Blue’ foi inspirada no livro ‘The Giver’. O romance conta a história de um chamado Jonas que vive em uma futura sociedade distópica – é esse tema que Cuomo usou para as letras da música. Não foi apenas o livro que despertou a imaginação do compositor – aparentemente, ele começou a escrevê-lo depois de conhecer um fã que disse a ele que seu nome era “praticamente Jonas” em uma referência ao livro.

05 – Primeiro show com Keanu Reeves

Weezer

Weezer – ryanwh / ryan [ CC BY-SA 2.0 ], via Wikimedia Commons

Quando eles estavam prontos para dar seus primeiros passos como uma banda ao vivo, Weezer acabou abrindo para o ator de Hollywood Keanu Reeves. Reeves tinha sua própria banda chamada Dogstar na época e Weezer fez seu primeiro show como o ato de apoio para eles. Enquanto Weezer desde então tem ido em coisas muito maiores, a banda de Reeves, infelizmente, não o fez. Parece que ele é melhor ator do que rock star!

04 – Nome inspirado por provocações escolares

Weezer 2005

Weezer 2005 – James de Somerville, EUA [ CC BY 2.0 ], via Wikimedia Commons

Muitos fãs se perguntaram sobre o nome da banda em si. Afinal, Weezer é um nome bastante incomum para uma banda de rock! As origens remontam à infância do cantor / guitarrista Rivers Cuomo e seus tempos de escola em particular. Na escola, as outras crianças zombavam de Cuomo sobre sua asma, chamando-o de chiado. Quando o primeiro show apareceu, eles não tinham um nome tão usado quando precisavam pensar em um deles rapidamente.

03 – Pinkerton não foi um hit Originalmente

Londres

Londres – Drew de F Fawkes [ CC BY 2.0 ], via Wikimedia Commons

O segundo álbum do grupo intitulado ‘Pinkerton’ não foi um sucesso quando lançado. Tanto o público quanto a imprensa não pareciam gostar do estilo mais sombrio e abrasivo das músicas da época. Isso culminou na revista Rolling Stone, chamando-o de pior álbum de 1996, quando foi lançado. O mais estranho é que o mesmo álbum agora é considerado um clássico cult e um dos melhores álbuns da década de 1990 por muitos. Parece que acabou de sair na hora errada!

02 – Cuomo Estudou Em Harvard

Rivers Cuomo

Rios Cuomo – Peter Dzubay [ CC BY-SA 3.0 ou CC BY-SA 3.0 ]

Quando Weezer tocou em um local próximo por volta de 1995, Cuomo decidiu passear pelo Campus de Harvard. Foi durante essa turnê ad hoc que ele decidiu aplicar por um capricho. 1995 foi na verdade um ano movimentado para o homem da frente, pois, antes de entrar em Harvard, ele foi operado em uma condição de perna no início do ano. Estudando Composição Clássica, Cuomo achou uma experiência estranha e fez crescer a barba para se misturar. Isso fez com que muitos colegas vagassem por aí em camisetas do Weezer para não reconhecê-lo.

01 – Beverley Hills Inspirou Sua Canção Mais Conhecida

Academia Weezer Brixton

Academia Weezer Brixton – Drew de F Fawkes [ CC BY 2.0 ], via Wikimedia Commons

Embora eles talvez não tenham o mesmo nível de sucesso que o primeiro álbum trouxe nos últimos anos, talvez seu maior sucesso tenha vindo com o álbum ‘Beverley Hills’ do álbum ‘Make Believe’. Esta foi uma fera de uma pista com todos os traços do Weezer de grandes acordes, grandes riffs e ganchos. A história por trás disso era a do banco de imagens como seria ótimo se casar com uma estrela do rock e viver a vida de luxo em Beverley Hills.

Não há dúvida de que o Weezer continua sendo uma das melhores e mais adoradas bandas surgidas no início dos anos 90. Embora eles possam ter tido altos e baixos ao longo do caminho, a qualidade de suas composições nunca foi questionada. Continuando forte em 2018, eles ainda têm muito a oferecer para seus milhões de fãs dedicados.

5.0
01
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Cadastre-se Receba atualizações grátis via Email

Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *