Por que as lesões prejudicam mais o tempo frio?

3 meses ago
105 Views

Sair da cama nas manhãs de inverno pode ser incrivelmente difícil, graças à preguiça e à tristeza que parece pairar no ar! Os dias frios, úmidos e escuros do inverno nos fazem sentir particularmente letárgicos e conscientes de toda a tristeza em nossas vidas. Mas além disso, você notou que não é apenas a sua mente que sente mais dor durante o inverno? Até o seu corpo parece doer mais quando está frio! Um aumento na magnitude das dores nas articulações, o agravamento de lesões antigas, aumento da sensibilidade da pele a novas lesões … o inverno pode ser responsabilizado por muitas coisas!

O sistema nervoso

Para entender por que as coisas doem tanto em dias frios, precisamos primeiro entender algumas coisas sobre o nosso sistema nervoso. Nosso sistema nervoso consiste no cérebro, medula espinhal e nervos. Nossos órgãos sensoriais e os nervos em todo o corpo recebem dados e transmitem as informações para a medula espinhal e, finalmente, para o centro de controle – nosso cérebro – que então interpreta as informações que recebe.

Se cada sensação fosse levada ao nosso cérebro, a estimulação constante seria demais para ela. Ficaria extremamente cansado de processar tanta informação. Assim, os nervos – em vez de enviar um impulso para cada entrada que recebem – trabalham em mais de um sistema de limiares. A transmissão de qualquer impulso acontece somente depois que um certo nível de atividade é atingido.

Os nervos enviam informações ao nosso cérebro quando recebem um estímulo que atinge um certo limiar. No entanto, se o estímulo não mudar, o sistema nervoso acomoda ou ajusta o limiar para que nosso cérebro possa se concentrar em novosestímulos. É por isso que você sente suas roupas quando as veste, mas acaba deixando de notá-las enquanto continua seu dia. Mesmo que a entrada não tenha mudado (o tecido, o ajuste, etc. são os mesmos), você para de notar a sensação. Você só sente isso na presença de outro estímulo, por exemplo, quando o vento faz suas roupas baterem de um lado para o outro na sua pele. Assim, a entrada cumulativa de roupas e vento excede o limite, então você está mais uma vez mais consciente do que suas roupas são.

O sistema nervoso também exibe um comportamento “tudo ou nada”. Não há transmissão até que a entrada atinja o potencial limiar. No entanto, quando o limite é atingido, há uma transmissão completa da entrada.

Frio, dor e sistema nervoso

Então, como isso está relacionado a sentir mais dor nos dias frios? As entradas de dor também precisam atravessar um certo limiar antes de serem enviadas ao cérebro pelos nervos. Às vezes, quando a entrada de dor não é suficiente para exceder o limiar, ou quando foi acomodada ou ajustada pelos nervos, tudo o que precisa é de uma pequena quantidade de entrada adicional para atravessar esse limiar. Esta entrada adicional é fornecida pelo frio, então nosso cérebro de repente interpreta essa sensação combinada como dor. O estímulo sub-limiar pode estar presente na forma de uma lesão antiga, uma articulação artrítica, fibromialgia ou qualquer outra condição que se agrave na presença de outro estímulo, como o frio.

Dor no osso do joelho

A dor nas articulações aumenta devido ao tempo frio. (Crédito da foto: Flickr)

Quais são as outras razões?

Você já teve dificuldade em enviar mensagens de texto em dias frios? Isso acontece porque, em climas mais frios, o corpo tenta conservar o calor enviando mais sangue para os órgãos do centro do corpo, como o coração e os pulmões. Como resultado, os vasos sangüíneos das outras partes, como braços, pernas, articulações do joelho e ombros, se contrairão, fazendo com que essas áreas se enrijecem devido ao menor fluxo sangüíneo. Também tendemos a ser relativamente inativos no inverno, o que aumenta a rigidez, dificultando a realização de movimentos rápidos e precisos, como os exigidos para mensagens de texto. A rigidez também pode causar desconforto e dor, especialmente em pessoas mais velhas ou que sofreram alguma lesão ou que experimentam regularmente dores articulares.

Nossa pele fica rígida e sensível devido à redução do fluxo sanguíneo. Isso resulta em uma experiência mais dolorosa quando nossos braços ou dedos são atingidos quando estão frios, em comparação com quando estão quentes, macios e flexíveis. Os fortes ventos do inverno também fazem com que a pele perca sua barreira natural, tornando-a seca e propensa a ser arranhada mais facilmente do que quando ela está macia e hidratada.

Temperaturas frias também fazem com que a pressão barométrica caia. Muitas pessoas que sofrem de artrite acreditam que o clima frio e a baixa pressão barométrica agravam seus sintomas, que incluem rigidez, dor e inchaço das articulações. Alguns pacientes até afirmam ser capazes de prever o início do frio e da chuva através da dor nas articulações. Embora não haja muitas evidências para sustentar essa crença, alguns estudos mostraram que o clima afeta a flexibilidade das articulações. Quando a pressão barométrica é baixa, os tecidos inflamados incham mais, o que pode estimular os nervos nesses tecidos, causando dor adicional. O tempo frio, por outro lado, encolhe os tecidos, o que puxa os nervos e causa ainda mais desconforto.

Como lidar com isso?

Manter a cabeça, as mãos e os pés quentes é muito importante no inverno, já que a maior parte do calor do corpo é perdida nessas áreas. Vestir-se calorosamente e se exercitar (apesar da tentação da preguiça) são duas coisas fundamentais que podem ajudá-lo a combater o inverno perverso. Pegue as escadas em vez do elevador, estique-se enquanto assiste ao seu programa de TV favorito e mantenha-se constantemente em movimento.

Em suma, exercite-se, alongue-se e mantenha-se aquecido!

Referências:

  1. Universidade de Washington
  2. Universidade Rush
  3. Universidade da Carolina do Sul
Por que as lesões prejudicam mais o tempo frio?
5 (100%) 1 vote
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *