Entretenimento

Os 10 imperadores romanos mais loucos

A Roma antiga era um lugar louco de muitas maneiras. Com a morte e horrível tortura, o lugar comum junto com o hedonismo que chocaria mesmo a pessoa mais aberta, não era um lugar para o coração fraco. Isto era especialmente verdadeiro para a pessoa que estava no comando, ou seja, o Imperador. Enquanto alguns eram governantes gentis que pensavam apenas nas pessoas, muitos se tornaram maníacos enlouquecidos e com fome de poder. Demos uma olhada em dez imperatrizes mais insanos e sádicos da história romana:

10 – Domitian

Domitian – I, Sailko [ GFDL , CC-BY-SA-3.0 ou CC BY 2.5 ], através do Wikimedia Commons

Reinando de 81 a 96 dC, Domiciano era filho de Vespasiano e irmão de Tito. Ele também era completamente mental. Operando ao longo das linhas de um regime autoritário e totalitário, ele foi um retrocesso para imperadores anteriores, como Nero ou Caligula. Ele controlou a propaganda na Roma antiga e felizmente mataria qualquer um que ele pensasse em seu caminho ou estava contra ele.
Ele acreditava no poder do imperador para governar sem questionar e, como tal, restringiu severamente os poderes do senado no governo romano. Domitian também estava firmemente a favor de adorar deuses e deusas romanas que haviam caído desobedientes quando ele chegou ao poder. Essa crença religiosa levou-o a perseguir especialmente os judeus e os cristãos e os esforços em larga escala contra essas religiões começaram sob seu domínio.
Tudo isso finalmente levou à sua morte depois de 15 anos no poder em torno de 96 dC, quando alguns dos senadores e sua comitiva o esfafeeceram em suas câmaras privadas.

09 – Septimius Severus

Septimius Severus – Veja a página do autor [Public domain], através do Wikipédia Commons

Governando um clima de medo e intimidação, Severus foi um dos líderes mais pobres que Roma já teve. Tal como acontece com muitos imperadores romanos, ele se opunha diretamente a outras religiões além do romano e não gostava mais do que perseguir qualquer um que seguisse um credo diferente. Para ser justo, ele não separou nenhuma outra religião – ele acabou de matar qualquer um que seguisse uma religião estrangeira, qualquer que fosse.
Claro, na época eram os judeus e os cristãos que sentiram o peso disso. Muitos morreram por decapitação ou crucificação se recusassem a maldição pública de Javé ou de Jesus. Ele também se concentrou no exército principalmente e prestou pouca atenção ao público – essa era uma tática, pois ele sabia que era apenas o exército que tinha a força para depor.

08 – Maximinus Thrax

Maximinus Thrax – Por Jastrow (Ficheiro: Maximinus Thrax Musei Capitolini MC473.jpg) [Domínio público], através do Wikipédia Commons

Esse cara só governou por três anos de 235 a 238 dC e não é tão conhecido. Ele, no entanto, era amplamente considerado como causando a crise do terceiro século e tinha o hábito de matar qualquer pessoa que ele sentia se tornara não confiável. Na época romana, isso pode ser algo tão simples como não sorrir o suficiente quando você conheceu ele embora!
Um homem alto, os relatórios sugerem talvez até 7 pés, ele matou vários de seus amigos e conselheiros íntimos durante sua breve regra, causando pânico e instabilidade. Outra característica ruim que ele tinha era uma propensão para a guerra – ele invadiu Dacia e Samatria por nenhuma razão particular que o deixou muito impopular com a maioria das pessoas. Ele finalmente foi morto por sua própria Guarda Pretoriana que o esfaqueou nas costas quando ele estava tentando entrar em Roma para espremer uma rebelião.

07 – Diocleciano

Diocletian – By IslandsEnd (Trabalho próprio) [ CC BY-SA 3.0 ], através do Wikimedia Commons

Diocleciano pode parecer uma escolha estranha para inclusão aqui, como em algumas maneiras ele governou bem. Sob o seu mandato, a economia romana era estável e ele melhorou o poder militar romano. No entanto, ele será mais lembrado como o pior perseguidor dos cristãos na história como Imperador, o que mostra como ele estava louco.
Começando em 303 dC, essa perseguição começou com várias leis que foram aprovadas para remover todos os direitos dos cristãos até se converterem à religião romana. Quando isso tem pouco efeito, os cristãos foram arredondados e presos ou executados. Claro, muitos cristãos simplesmente se esconderam ao invés de se converterem para combater isso, ele criou os jogos do Circus Maximus e do Coliseu onde jogou os que foram pegos para os leões! As estimativas são que mais de 3.000 foram martirizadas no final do seu reinado em 324 dC

06 – Tibério

Tiberius – Por Paul Hermans (Trabalho próprio) [ GFDL ou CC BY-SA 3.0 ], através do Wikimedia Commons

Não só Tiberius era um dos mais enigmáticos imperadores romanos, ele também era um dos mais preguiçosos! Na verdade, parecia que ele nunca queria o trabalho real que era ser um imperador, apenas o estilo de vida de luxo e o poder de abuso que veio como parte do trabalho. Como tal, ele deixou a maior parte do trabalho árduo para o Senado e passou seus dias de festa e se entregando à bebida e à descrença.
Depois que o Senado e o público em Roma ficaram inquietos em seus caminhos sem fúria, ele fugiu para a ilha de Capri com medo de sua vida e deixou o Capitão da Guarda, Lucianus Sejanus, responsável! Não contente com não fazer nenhum trabalho real, ele também desperdiçou uma enorme quantidade de dinheiro do estado na construção de uma casa para ele em Capri para arrumar seus dias. As festas que ele segurava e as palavrinhas gerais certamente não eram dignas de um imperador e eram muito muitas vezes simplesmente desonesto.

05 – Caracalla

Caracalla – By Bartolomeo_cavaceppi, _busto_di_caracalla, _1750-70_ca._02.JPG: trabalho sailkoderivative: F lanker [ CC BY-SA 3.0 ou GFDL ], através do Wikimedia Commons

Decorrendo como imperador de 198 a 217 dC, Caracalla era membro da dinastia Severan. Ele era um líder louco porque ele não podia culpar a instabilidade mental por suas falhas, como outros como Caligula poderia. Simplesmente, Caracalla era apenas sádica e cruel! Afinal, se você pode matar seu irmão e sua cunhada (o que ele fez) para ganhar poder, não há muito que você não fará.
Havia numerosos contos de sua barbaridade, particularmente nas províncias romanas do exterior. No Egito, por exemplo, ele atraiu 20 mil membros do público para a praça principal e os matou por seu exército em vingança por uma peça que havia sido encenada e que se burlava dele. Com a menor sugestão de discórdia em qualquer lugar, ele viajaria com seu exército para matar e saquear.
Contudo, tudo isso acabou com ele, ele matou um irmão dos soldados romanos por nenhuma razão real e o soldado tomou a última vingança apunhalando-o ao lado de uma estrada.

04 – Elagabalus

Elagabalus – Por Carole Raddato da FRANKFURT, Alemanha [ CC BY-SA 2.0 ], através do Wikimedia Commons

Não há dúvida de que Elagabalus foi totalmente mental, mas sinto um pouco por ele. Ele tinha apenas 14 anos quando ele tomou o trono e apenas um garoto. Ser imperador era bastante difícil como homem, então, que chance ele realmente tinha com todo esse poder em uma idade tão jovem?
Dito isso, ele realmente não lidou com tudo bem! O principal problema parece ser que ele queria ser uma mulher e regularmente vestir-se com vestuário feminino, mesmo em público. Não contente com isso, ele também iria para alehouses romanos e consertara com membros comuns do público. Havia até histórias dele vagando nua ao redor do Palácio Imperial, solicitando a todos os homens que seguissem o caminho. Além de tudo isso, ele cometeu o grave erro de fazer do Deus sírio Deus El-Gabal, o deus romeno-chefe que ultrajou o público e o Senado.
Eventualmente, tudo chegou à cabeça e ele foi atacado e assassinado por sua própria Guarda Pretoriana para evitar grandes distúrbios civis. Apenas 18 anos quando morreu, sua regra louca durou apenas quatro anos!

03 – Commodus

Commodus – Veja a página do autor [Public domain], através do Wikimedia Commons

Reinando de 180 a 192 dC, Commodus era um cara gravemente engasgado e pensou ter sido a inspiração para o personagem de Joaquin Phoenix no filme Gladiador. Seu pai era Marcus Aurelius, que era muito popular e com êxito Naturalmente sucedeu quando morreu. Infelizmente, Commodus estava longe de ser um líder tão eficiente ou bem-gostado!
Ele amava muito os jogos de gladiadores no Coliseu, de modo que ele insistia em participar, que ofendia severamente os membros do Senado de Roma. Isso não o impediu – uma vez que ele matou um Avestruz, ele acenou com a cabeça cortada para os senadores na multidão e gritou que eles eram os próximos. Seu amor por matar animais também era um ponto crítico – ele iria cortar qualquer coisa em pedaços, mas quando era 100 leões em um dia ou Girafa, o público não estava interessado.
O outro grande ato que selou seu destino foi a perseguição dos deficientes em Roma. Ele os odiava tanto que pediu todos os corcundas e aleijados para serem forçados a lutar até a morte com os cleavers como parte de um jogo de Gladiatorial.

02 – Caligula

Caligula – Por Louis le Grand (Trabalho próprio) [ GFDL ou CC-BY-SA-3.0 ], através do Wikimedia Commons

Se houver um imperador romano, todos tenham ouvido falar, é esse cara. Chamada de ‘Mad, Bad and Dangerous to Know’, isso resume perfeitamente Caligula. O filme de 1970 com o mesmo nome com Malcolm McDowell também ajudou a cimentar a imagem de Caligula na mente do público moderno com sua mistura de sexo e violência.
Mesmo sua ascensão ao poder era controversa – alguns dizem que ele ordenou ao Chefe da Guarda Pretoriana que sufrava o atual Imperador Tiberius com um travesseiro para que ele pudesse assumir o controle. Inicialmente, ele era um bom governante e todos o amavam. Mas isso tudo mudou quando ele ficou doente em 37 DC – quando ele finalmente recuperou ele era um homem diferente!
Ele mostrou um apetite por crueldade e debaucheria que não conhecia limites e mataria por capricho. Se alguém discordasse dele em qualquer coisa, eles tinham ido embora e ele se proclamou divino para que ele pudesse insistir em que ele fosse adorado como Deus vivo. Claro, se você se recusasse a fazer isso, ele o mataria.
Muitas outras histórias abundam, muitas outras horríveis ou lúdicas para listar aqui. O mais palatável inclui fazer seu Incitatus favorito um senador oficial e trazê-lo para o Senado todos os dias para rir e ter um homem amarrado para ser batido com correntes pesadas por 3 meses direto para rir dele. Caligula não era um homem para se cruzar!

01 – Nero

Nero – Por shakko (Trabalho próprio) [ CC BY-SA 3.0 ], através do Wikimedia Commons

Enquanto Caligula estava realmente lá fora, Nero apenas pips ele para o número um lugar. Afinal, se você pensa ser a pessoa referida na Bíblia como ‘The Great Beast’ (que alguns afirmam que Nero foi), então você merece o primeiro lugar.
É difícil saber por onde começar com a insanidade e os bonkers de esse cara realmente. Como era padrão para os imperadores mais maus, ele confiava em ninguém e essa paranóia o levou a matar e executar muitas pessoas sem motivo real. Famosa uma dessas mortes foi sua própria mãe, Agrippina, que ele primeiro tentou se afogar, mas depois executou. Depois de ser acusado de traição em 62 dC, ele simplesmente matou todos os acusadores para serem limpas de qualquer ação errada!
Talvez a história mais famosa envolvendo Nero é que ele “violou enquanto Roma queimava” durante o seu Grande Fogo. Embora isso não seja verdade, ele usou uma grande parte da terra devastada para construir seu novo complexo do palácio Domus Aurea, no qual era impopular. A hora passada dele parecia amarrar os cristãos aos pólos no jardim e colocá-los em chamas para proporcionar luz nas festas noturnas.
Enquanto os outros da nossa lista têm seus próprios crimes e excentricidades únicos, acho que o Nero simplesmente bate todos por pura loucura.

Houve muitos governantes através da rica história de Roma, mas os imperadores que fazem nossa lista são os piores dos piores. Sem pensar em fazer nada além do que os agradou pessoalmente ou divertiu por alguns momentos, eles eram sádicos e cruéis no extremo. Isso é o que provavelmente levou a sua queda, ironicamente, como todos ficaram fartos deles, que anunciavam o início da democracia.

Compartilhar
Gilvan Alves

25 Anos de idade, Técnico em Rede de Computadores, Sempre em busca de aprender algo novo todos os Dias!

Este site usa cookies.